Núcleo da Batalha da Liga dos Combatentes

Noticias dos Combatentes

Ao 27º dia comparou-se

O estudo comparativo dos primeiros 27 dias entre os países europeus mais afetados, Espanha e Itália, com Portugal, revelado pela Direção Geral de Saúde e Organização Mundial de Saúde, revela em cada país os seguintes valores infetados/óbitos: - Itália mais de 85000 (oitenta e cinco mil) infetados e quase 10000 (dez mil) óbitos; - Espanha 65000 (sessenta e cinco mil) infetados e 5000 (cinco mil) óbitos, enquanto que Portugal revelou apenas 5000 (cinco mil) infetados e 100 (cem) óbitos.

Para que se entendam os valores, confrontando com o número de habitantes de Portugal, exibe-se uma análise detalhada, comparativamente à percentagem por número de habitantes igual ao nosso país - 10 milhões de habitantes:

- A Itália, se tivesse 10 milhões de habitantes, ao 27°, dia teria tido 14166 infetados e 1666 óbitos; - Por seu lado, a Espanha, se tivesse 10 milhões de habitantes, teria, ao 27° dia, 13000 infetados e 1000 óbitos.

- Para os seus 10 milhões de habitantes, Portugal, teve ao 27º dia de pandemia, os valores reais de 5000 infetados e 100 óbitos, como já referido.

O pico por curva exponencial, no nosso canto à beira mar plantado, está a revelar-se inexistente, antes, uma reta ascendente em planalto, que se prevê atingir o seu auge em meados de maio. O facto de não estar a acontecer essa curva exponencial, que foi trágica nos restantes países, permite que mais casos vão sendo curados no nosso Sistema Nacional de Saúde.

Assim sendo, não existindo um pico exagerado de infetados, vão existindo sempre vagas para que, as novas ocorrências urgentes, possam também ser tratadas sem um exagerado lotar dos Serviços de Saúde, e todos poderem ser tratados com os cuidados que necessitarem.

No entanto, não sendo a Covid-19 uma gripe qualquer, não convém esquecer, no final da pandemia, mesmo comparar, que terão perecido em Portugal muitos mais de gripe sazonal.

Estes são números geralmente nunca apresentados anualmente (sabe-se que morreram em Portugal 3000 pessoas de gripe normal no ano transato), podendo este número aumentar, até, se se negligenciar estes infetados em prol dos contagiados com Covid-19.

Pode parecer até que está a ter uma evolução favorável em Portugal, mas não cumprir, colocar-nos-á tanto em risco como aos outros. Não esqueçamos que muitos serão aqueles, na nossa sociedade, que nunca irão ser cuidados, nunca saberão que estão infetados com o novo Coronavírus, nem sequer sabem o que se está a passar a nível mundial.

Muitos nem nunca saberão do que padeceram, nem entrarão nas estatísticas. Andam por aí sem que ninguém os procure na azáfama do vírus, e vivem dia a dia como sempre viveram, sós, pobres e abandonados.

Parece que está sempre tudo bem, mas não está, não acontece só aos outros! Não facilitem, permaneçam em casa, higienizem as mãos frequentemente!

Nota: o número 961 104 870, do Núcleo da Batalha da Liga dos Combatentes continua disponível para os contatos que os sócios tenham por urgentes e serão reencaminhados segundo as necessidades.

Se o assunto for relativo ao estado de saúde deverão contatar prioritariamente a Linha de Saúde 24 – 808 24 24 24.

Em temos gerais, à data do envio do artigo para a redação, dia 4 de abril, os países mencionados tinham já; Espanha – 124736 infetados e 11744 óbitos; Itália 124632 infetados e 15362 óbitos e Portugal 10524 infetados com 266 óbitos.


NESTA SECÇÃO

Crédito Fiscal Extraordinário ao Investimento II

No âmbito do Orçamento do Estado Suplementar para 2020, foi criado um benefício fiscal, temp...

A Batalha antes do Plano de Urbanização

A fotografia, possivelmente dos anos 50, mostra-nos a Pensão Central, de Romana dos Santos, ...

O distanciamento físico

Quando, há anos, a comunidade científica anunciou um estudo, em que demonstrava que quem mai...