Mosteiro reedita curso sobre espaços medievais

Numa estratégia implementada de há quatro anos para cá, no sentido de apoiar a requalificação dos agentes turísticos, o Mosteiro da Batalha reedita o curso Compreender os Espaços Monástico-conventuais Medievais.

O curso é promovido em colaboração com o Instituto de Estudos Medievais da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Centro do Património da Estremadura e com a Agência Regional de Promoção Turística (ARPT).

Esta segunda edição terá lugar nos dias 23, 24 e 25 de janeiro de 2020. O curso tem coordenação de Pedro Redol.

A organização constata que “o fenómeno turístico é um fenómeno de massas, nem sempre devidamente enquadrado pela especialização dos seus agentes”, pelo que “conhecer com rigor os locais que se visitam, a sua história, vivências e ambiências, é fundamental para um turismo de qualidade, assente nos bons princípios da emoção, por um lado, e da sustentabilidade, por outro”.

“Cada vez mais se pretende que o visitante, que anseia descobrir e conhecer, usufrua de uma experiência turística integradora, indelével e única”, destaca.

 


NESTA SECÇÃO

A urbanização da Batalha no século XX (II)

Quarentena   Amedrontado e fechado em prisão domiciliária à espera que o mundo ...

Mosteiro lança ebook inédito sobre Miguel Franco

O Mosteiro da Batalha disponibiliza um ebook com material – algum inédito – sobre o dramatur...

A urbanização da Batalha no século XX e uma Exposição ao Presidente do Conselho de Ministros (I)

  Velhice   Os meus passos na cidade repisam o itinerário dos meus avós. ...