Vivência dos frades dominicanos na Batalha contada em livro por Rui Borges Cunha

“O Convento de Santa Maria da Vitória. A vivência dos frades dominicanos na Batalha” é o título do mais recente livro de Rui Borges Cunha, Técnico Superior do Município da Batalha, e revela aspetos dos quatro séculos e meio de vida dos frades Dominicanos no Mosteiro da Batalha.

A obra, ilustrada por Luís Taklim e dirigida ao público juvenil, dá a conhecer aspetos vivenciais sobre os frades da Batalha, a quem D. João I doou, três anos após a Batalha de Aljubarrota, um dos edifícios mais imponentes de toda a Europa medieval para nele se instalarem.

A publicação, que será lançada em setembro e é composta por 32 páginas, “pretende responder a uma das temáticas mais relevantes da função religiosa que o monumento assumiu ao longo de mais de quatro séculos. Muito se deve o desenvolvimento de toda esta região aos frades dominicanos que, por sua ação, viram o mosteiro ganhar destaque e relevância, quer junto dos reis, quer especialmente junto do Papa e da cúpula da religião católica. Para além de ensinarem a população a ler e a escrever, os dominicanos tratavam também dos enfermos e dos mais desprotegidos”.

O conteúdo de “O Convento de Santa Maria da Vitória. A vivência dos frades dominicanos na Batalha” foi revisto, na componente histórica, pelo conservador do Mosteiro da Batalha, Pedro Redol. Estará à venda nalguns estabelecimentos de artigos tradicionais na Batalha, para já, e também na loja do monumento.

Este é o terceiro livro de Rui Borges Cunha, que continua a apostar na escrita para os mais jovens, sobre temas ligados ao património e à história. Antes escreveu “O Mosteiro da Batalha explicado aos mais jovens - 40 curiosidades sobre o monumento", e "Vitória: a romana que viveu na Batalha", este em coautoria com Ana Moderno e ilustração de Carla Rotchild, além de Luís Taklim. Esta obra foi editada pelo do Município da Batalha e as outras duas pelo autor.

 


NESTA SECÇÃO

Projeto à procura da vaca-ruiva regressa este sábado ao Concelho da Batalha

O projeto vaca-ruiva regressa ao concelho da Batalha na noite deste sábado, dia 16, com uma ...

30ª FIABA traz de volta à Batalha o artesanato, gastronomia e música até domingo

A 30ª edição da Feira de Artesanato e Gastronomia da Batalha – Mostra do Mundo Rural (FIABA)...

Casal que partiu da Alemanha em bicicleta já chegou à Batalha

Marco é natural de Alcanadas e emigrou para a Alemanha há oito anos. É casado com Lea, de na...