Vice-presidente deixa tempo inteiro e vai para empresa

O vereador da câmara municipal Carlos Monteiro vai passar a exercer o mandato em regime de não permanência, embora mantendo a vice-presidência do executivo, por razões de ordem pessoal e relacionadas com novas funções que vai exercer numa empresa intermunicipal do distrito de Santarém, anunciou a autarquia em comunicado.

“Carlos Monteiro, até agora com atribuições específicas, entre outras, na gestão da empresa municipal Iserbatalha (já extinta) e na educação, por vontade própria e por incompatibilidade no exercício de novas funções em empresa multimunicipal, passa a exercer o mandato em regime de não permanência, sem remuneração”, revelou o município no dia 4 deste mês.

No entanto, “mantem-se como vice-presidente da câmara e com pelouros atribuídos nas áreas do sector empresarial local, concessões, transportes e ainda no apoio ao presidente da câmara na auditoria e controlo de gestão”.

O vereador, também provedor da Santa Casa da Misericórdia da Batalha, vai ser diretor executivo na Tejo Ambiente, empresa de gestão do sistema intermunicipal de ambiente do Médio Tejo (abastecimento público de água, saneamento de águas residuais urbanas e gestão de resíduos), adiantou o jornal Região de Leiria.

A empresa, com sede em Ourém, foi criada no verão passado, e Carlos Monteiro, de 51 anos, deverá assumir funções em janeiro, como diretor executivo para a área financeira e de recursos humanos.

Em resultado desta alteração, caberá ao vereador André Loureiro assumir a responsabilidade da educação, função que irá acumular com as atuais atribuições nas áreas do ambiente, juventude e desporto. Os vereadores Germano Pragosa e Liliana Moniz, “também conhecem um reforço de atribuições, respetivamente, nas áreas dos direitos dos animais e turismo”, adianta o comunicado.

Para o presidente da câmara municipal, Paulo Batista Santos, “a equipa de gestão municipal conhece alguns ajustes e prepara-se para realizar novos desafios na segunda metade do mandato, sobretudo em resultado do processo de descentralização de competências”.

 

André Sousa coordena

candidaturas a fundos

A autarquia anunciou que o economista André Sousa reforçou a equipa de governação municipal no início deste mês, assumindo a coordenação das candidaturas a fundos comunitários e o gabinete de apoio ao presidente da câmara na gestão de diversos projetos municipais em curso.

André Emanuel Bento Sousa nasceu a 27 de abril de 1993, é natural da Batalha e reside na Golpilheira. Licenciou-se em Economia pelo Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa. Enquanto estudante universitário, assumiu funções de presidente do conselho fiscal e coordenador do departamento de marketing da Associação de Estudantes do ISEG.

Foi também co-fundador da Federação Académica de Lisboa. Iniciou o seu percurso profissional como prestador de serviços no departamento de marketing e relações externas do Instituto Superior de Economia e Gestão.


NESTA SECÇÃO

D. Pedro, o Infante das Sete Partidas

Nascido a 9 dezembro de 1392, em Lisboa, D. Pedro é conhecido pelos historiadores como um il...

Antecipado pagamento das bolsas aos estudantes

A câmara municipal procedeu à liquidação antecipada de 33 mil euros correspondentes a bolsas...

116 mil euros para turismo da natureza

O município da Batalha anunciou a aprovação de uma candidatura a fundos comunitários relativ...