Ana Ribeiro

Médica Interna de Medicina Geral e Familiar USF Condestável

Veganismo

O Veganismo é mais que uma dieta, é um estilo de vida que procura excluir todas as formas de exploração e crueldade para com os animais. Os veganos adotam assim, por questões éticas, uma dieta à base de plantas, evitando todos os alimentos de origem animal, tais como carne, peixe, laticínios, ovos e mel, assim como o uso de peles de animais ou de produtos neles testados.

Uma dieta vegana, quando devidamente planeada, é considerada nutricionalmente saudável e pode ajudar a prevenir doenças crónicas. Contudo, existem alguns nutrientes a que um vegano deve prestar particular atenção, que podem ser obtidos a partir de uma dieta à base de plantas, mas para isso é necessário um cuidadoso planeamento ou então suplementação.

Vitamina B12: Um baixo consumo de vitamina B12 pode causar anemia e alterações do sistema nervoso. A única fonte confiável desta vitamina são os alimentos enriquecidos com ela (leites vegetais, alguns produtos de soja e alguns cereais) e suplementos.

Ferro: A deficiência de ferro é a deficiência nutricional mais frequente no mundo. No entanto, é possível obter-se todo o ferro necessário através de uma dieta vegana, pois existem plantas que contêm grandes quantidades deste mineral. Bons exemplos disso são as lentilhas, grão-de-bico, feijão, tofu, sementes de chia, de cânhamo, de abóbora, couve, figos desidratados, quinoa e cereais enriquecidos. A vitamina C facilita a absorção de ferro.

Vitamina D: É conhecida por manter os nossos ossos e músculos saudáveis. Fontes veganas de vitamina D são a exposição solar, alimentos enriquecidos com vitamina D e suplementos.

Iodo: O nosso corpo utiliza iodo para produzir hormonas tiroideias. E todos os veganos necessitam de uma fonte confiável de iodo na sua dieta. As algas são uma fonte rica de iodo. O sal iodado pode ser utilizado, mas com moderação. A suplementação é outra alternativa.

Cálcio: O cálcio é um nutriente que ajuda a manter os ossos saudáveis e é possível obter todo o cálcio necessário a partir desta dieta. Tofu, leite e iogurtes vegetais enriquecidos com cálcio são ótimas fontes deste mineral. Assim como couve, sementes de chia, figos desidratados e amêndoas.

Ómegas 3 e 6: Todos precisamos de alguma gordura na nossa dieta e algumas gorduras são classificadas como essenciais, porque o nosso organismo não as produz, os ómegas 3 e 6. Conseguir o correto equilíbrio entre eles é fundamental. Nozes e sementes de cânhamo, abóbora e girassol são importantes fontes de ómega 6. Podemos encontrar ómegas 3 nas sementes de chia, linhaça, cânhamo e nozes.


NESTA SECÇÃO

Policlínica D. Nuno foi renovada e apresenta novos serviços

A Policlínica D. Nuno acaba de registar uma mudança societária, passando a médica dentista A...

Menopausa - uma fase natural na vida da mulher

A menopausa é um episódio natural na vida da mulher que se começa no final da última menstru...

“As doenças não precisam de passaporte”

“As doenças não precisam de passaporte” é a mais recente campanha da Sanofi Pasteur que pret...