Um deles é o futuro presidente da Batalha

Um destes quatro candidatos é o futuro presidente da Câmara Municipal da Batalha: José Valentim (CDU), Horácio Francisco (CDS-PP), Paulo Batista Santos (PSD) e Carlos Repolho (PS). Esta é a ordem pela qual as listas vão aparecer nos boletins de voto no dia das Eleições Autárquicas, 1 de outubro.

Para fazer a escolha estão inscritos 14.106 eleitores no concelho – a maior parte na freguesia da Batalha, 7.409. Na freguesia de São Mamede são 3.402, na do Reguengo do Fetal ascendem a 1.966 e na freguesia da Golpilheira são 1.329. Segundo os dados da Comissão Nacional de Eleições (CNE), há quatro candidaturas à câmara e assembleia municipais (CDU, CDS-PP, PSD e PS). A CDU não concorre nas freguesias da Golpilheira, São Mamede e Reguengo do Fetal e em São Mamede participam apenas o CDS-PP e o PSD.

Em contrapartida, na freguesia da Batalha estão envolvidas cinco listas, uma das quais corresponde ao movimento de cidadãos SIM – Somos Batalha. É a única candidatura no concelho que não concorre associada a uma sigla política. A média de idades dos 21 cabeças de lista, aos órgãos municipais e das freguesias, é de 54 anos. Armando Pinheiro, 70 anos, é o mais velho e candidata-se pelo PS à liderança da junta da Batalha; enquanto Sérgio Simões e Patrícia Leal Rito, ambos de 36 anos e candidatos pelo CDS-PP às juntas do Reguengo do Fetal e de São Mamede, respetivamente, são os candidatos mais novos.

Há quatro anos, o PSD ganhou as eleições com maioria absoluta na câmara e assembleia municipais, e no conjunto das assembleias de freguesia. Nos próximos dias, o Jornal da Batalha vai publicar no site (www.jornaldabatalha.pt) e na edição de setembro em papel, as propostas das candidaturas à presidência da câmara municipal.

Clique para mais informação sobre: Candidaturas e candidatos
Eleições Autárquicas 2013.


NESTA SECÇÃO

Reguengo do Fetal: a palmeira que morreu de pé

Histórica. Iconográfica. Árvore de “antes quebrar do que torcer”. A palmeira derrubada pela ...

Faleceu o acordeonista Vergílio Pereira

O acordeonista Vergílio Pereira, considerado um dos melhores executantes nacionais, que cola...

Reguengo: tempestade Ana destrói palmeira histórica

A tempestade Ana destruiu na madrugada desta segunda-feira, 11, a palmeira situada no centro...