Turistas alojados no concelho cresceram 25%

O concelho é o terceiro melhor posicionado na taxa de ocupação de camas e o quinto na proporção de hóspedes estrangeiros entre os municípios que compõem o distrito de Leiria, quedando-se a meio da tabela nos restantes parâmetros das estatísticas do turismo de 2017 agora divulgadas pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

As receitas dos estabelecimentos de hotelaria aumentaram 24,5%, para três milhões de euros e o número de hóspedes cresceu ligeiramente acima (+25,79%), ultrapassando os 63.700. Os hóspedes estrangeiros também foram mais do que em 2016, a rondar os 31.800 (+37,77%).

Os principais países emissores foram Espanha e França, ambos os países acima dos 4.500 turistas, e o Brasil, na terceira posição, com quase três mil.

A taxa de ocupação de cama nas unidades hoteleiras do concelho é de 40,8%, melhor do que em 2016. A proporção de turistas estrangeiros (46,4%) também subiu relativamente ao período homologo imediatamente anterior.

Estes primeiros dados do turismo desagregados por concelho relativos ao ano passado, mostram, na generalidade dos parâmetros, que os estabelecimentos hoteleiros do distrito apresentam melhores resultados do que em 2016 - por exemplo, em número de turistas e de dormidas.

No conjunto dos 16 municípios do distrito, as receitas da hotelaria cresceram 10,5 milhões de euros no ano passado, em comparação com período homólogo anterior, para 71,9 milhões de euros, o que significa uma subida de 17,2% em relação a 2016.

No caso das receitas, o concelho de Óbidos foi o que mais contribuiu para o crescimento verificado no ano passado, ao faturar praticamente 19 milhões de euros. Nos lugares seguintes surgem os municípios de Leiria e Nazaré, com valores a rondar os 10 milhões.

No que respeita ao número de hóspedes, o aumento é superior a 108 mil, ou seja, mais 16,7% do que os 648.819 que dormiram nos estabelecimentos de hotelaria da região em 2016. O concelho de Leiria lidera a tabela distrital, com 141 mil clientes, aparecendo Óbidos e Nazaré nos dois lugares seguintes.

O total de dormidas no distrito ultrapassou 1,450 milhões, o que significa mais 203 mil do que as registadas em 2016 (+16,27%). É de salientar que os estrangeiros ultrapassaram os portugueses, ficando à frente por uma diferença superior a 53 mil dormidas e um total a rondar as 752 mil.

O concelho de Leiria foi o que vendeu mais dormidas, sobretudo a portugueses (150 mil), enquanto Óbidos (157 mil) e Nazaré (117 mil) cativaram sobretudo turistas de outros países.

Os principais países emissores de turistas para o distrito de Leiria foram, no ano passado, França (162 mil), Espanha (160 mil) e Alemanha (40 mil). Há ainda outros nove países com entre 10 e 30 mil: Itália, EUA, Reino Unido, Bélgica, Holanda, Polónia, Suíça, Canadá e Suécia.

No ano passado, o distrito tinha capacidade para alojar 11.909 pessoas, uma subida de 1.222 camas em relação a 2016, ou seja, um crescimento de 11,43%.

 


NESTA SECÇÃO

Padaria Heleno oferece valor do IVA aos bombeiros

A Padaria Heleno vão dinamizar uma campanha solidária para ajudar bombeiros voluntários dos ...

Empresas do concelho doam 10 mil euros ao centro hospitalar

As empresas Cimalha e Ecomais doaram dez mil euros ao Centro Hospitalar de Leiria (CHL) par...

Município aplica saldo de 1,8 milhões em ajudas às empresas e famílias

A Câmara da Batalha apresentou um saldo de gerência transitado para o exercício de 2021 no v...