Turismo dá primeiros sinais de retoma

A Airbnb lançou no dia 11 de junho uma iniciativa para apoiar o crescimento económico local à medida que se assiste a uma retoma do turismo doméstico. Seguindo esta tendência, vai atualizar a sua aplicação (app) e homepage para ajudar os hóspedes a redescobrir as regiões vizinhas, simplificando a reserva de viagens locais, incluindo as de última-hora.

O conceito passa por promover o turismo de proximidade e destacar ideias para viagens locais, estadias longas e escapadinhas de proximidade, bem como as experiências online, lançadas recentemente.

Esta iniciativa coincide com os primeiros sinais de recuperação após o impacto sofrido pela indústria das viagens durante a pandemia de Covid-19. Apesar de ainda subsistir alguma incerteza, os dados da Airbnb mostram que o turismo está a começar a reativar, e já é possível identificar tendências que vão determinar as viagens nos próximos meses.

Além disso, a marca também anunciou um conjunto de parcerias com organizações de promoção do turismo local em todo o mundo.

Num inquérito promovido pela Airbnb nos EUA, quase metade dos participantes afirmou que, assim que seja levantado o confinamento, vai preferir visitar locais a um dia de distância de carro.. Em Portugal, desde o início da pandemia, a proporção de reservas efetuadas na plataforma, num raio de 300 km a partir do domicílio habitual (o trajeto médio de ida e volta com um tanque cheio de combustível), cresceu de 6,3% em fevereiro para quase metade (46,5%) em maio.

Na semana de 31 maio a 6 de junho, as noites reservadas na plataforma Airbnb para viagens domésticas em Portugal cresceram 150% em comparação com o mesmo período do ano passado.

Os 10 principais destinos tendência em Portugal (de acordo com o crescimento de noites reservadas até 7 de junho - em comparação com o ano anterior) incluem Leiria.

As palavras mais comuns nas listas de desejos (wishlists) criadas recentemente pelos utilizadores da plataforma Airbnb são ‘praia’ e ‘verão 2020’. Mas, além disso, os destinos do interior de Portugal também figuram entre os mais procurados.

E, as famílias assumem cada vez maior protagonismo no total de hóspedes na plataforma Airbnb. Entre 17 de maio e 6 de junho, as noites reservadas para viagens em família triplicaram em Portugal (reservas que incluam pelo menos uma criança ou bebé) quando comparadas com o mesmo período do ano passado.

A Airbnb é um dos maiores mercados do mundo de espaços para ficar, oferecendo mais de 7 milhões de alojamentos e 40.000 atividades. Regista mais de 500 milhões de chegadas de hóspedes até à data e está disponível em 62 idiomas em 220 países e regiões.


NESTA SECÇÃO

Produção de coelhos escapa à pandemia

O estado de emergência decretado em março de 2020 determinou o encerramento de restaurantes ...

Plano prevê meio milhão de euros para ajudar a economia da Batalha

A Câmara da Batalha aprovou um plano financeiro, que envolve um investimento direto de meio ...

Empresários e profissionais de saúde pedem regresso à economia

Um conjunto de profissionais de saúde, empresários e gestores portugueses apela ao regresso ...