A Opinião de António Caseiro

Eleições OCC

Todos contam com Paula Franco

No passado dia 30 de setembro, na Batalha, Paula Franco, atual bastonária da Ordem dos Contabilistas Certificados, que se recandidata para o mandato de 2022 a 2025, em eleições que terão lugar no dia 18 de novembro, reuniu com 170 contabilistas certificados do distrito de Leiria.

 

Num dos 50 convívios que Paula Franco e a sua equipa têm promovido por todo o país, para debate e reflexão sobre o futuro da profissão, a energia sentida é eletrizante, contagiante, motivando todos os que neles participam para abraçarem o futuro profissional com otimismo.

 

Ao longo dos últimos quatro anos, a occ, alcançou importantes metas no reforço dos direitos profissionais dos contabilistas certificados. Das mesmas, destacamos: prazo mínimo de 120 dias para disponibilização dos formulários digitais; regime do justo impedimento;

férias fiscais; alteração do regime de responsabilidade subsidiária do contabilista certificado; regime de dispensa e atenuação de coima; inviabilização do regime do saf-t da contabilidade; criação pacote de medidas de apoio profissional e social;

organização de reuniões livres em, entre outros locais, caldas da rainha e pombal; modelos de formação profissional contínua gratuita para 1.2 milhões de formandos em 2020; abertura de novas representações em évora, guarda, bragança, beja, portalegre e viana do castelo; » novos módulos do toconline.

Tudo isto, conseguindo, simultaneamente uma redução de 50% do endividamento da instituição, algo conseguido através de uma melhor e mais eficiente alocação dos recursos e uma tremenda redução de gastos, das quais destacamos a redução em mais de 30% dos valores anualmente pagos aos membros dos órgãos sociais da Ordem.

 

Sob o lema “Todos Contam com Paula Franco”, para os próximos quatro anos, Paula Franco e a sua equipa, que no distrito de Leiria contam com, entre outros, com António Caseiro, da Batalha; Rita Marques, Pombal; Leonel Francisco, Pombal; Vanda Sousa, Caldas da Rainha; Nuno Valente, Ansião; Natália Leandro, Caldas da Rainha; Aurélio Silva, Leiria; Nuno Sousa, Alcobaça; e Clara Roque, Caldas da Rainha, traçam ambiciosas metas, das quais destacamos:

Criação de um fundo que vise cobrir a franquia do seguro de responsabilidade civil profissional; Reforçar o enquadramento jurídico das férias fiscais e justo impedimento com matérias contributivas;

garantir que a regulamentação do SAFf-T (PT) só entrará em vigor caso se respeite os interesses dos contabilistas certificados e seus clientes; garantir que as funções de contabilista certificado público são exercidas exclusivamente por contabilistas certificados;

terminar o processo da dmr unificada; construir um pedagógico processo de certificação de qualidade; combater os honorários baixos através da implementação de um conjunto de nove medidas; criação de um gabinete de apoio às inspeções tributárias; disponibilização de novos módulos e melhoramento dos módulos existentes do TOConline; Modelo de quotizações personalizadas.

 


NESTA SECÇÃO

A incumbinite mata nos negócios e na política

As recentes eleições autárquicas lembram-nos de um mal que é comum aos negócios e à política...

O que está em causa nas eleições autárquicas de 26 de setembro

Faltam duas semanas para as eleições autárquicas, um período que foi sendo preenchido com a ...

Fechado para obras

Acabo de ser avisado que o meu espaço cronístico está interdito para obras. Eu até estava ch...