Célia Ferreira

A.M.HO. A.Minha.Horta

Sementes lançadas ao acaso dão bom resultado

Chegou a chuva e o frio; um novo ciclo lembrando-nos que a vida é feita de ciclos que se renovam e trazem coisas diferentes, mas igualmente importantes.

Os dias mais curtos e frios implicam menos tempo na rua, mas como a natureza é sábia, reparem que as sementeiras desta época nem precisam de ser enterradas, como é o caso das favas, tremoços (restantes leguminosas) e cereais diversos. Já vos disse que gosto de fazer experiências. No ano passado lancei à terra, sem qualquer cuidado prévio, sementes de trigo e de centeio, e não é que nasceram muito bem?! Este ano já vou multiplicar a produção, pois guardei os bagos que as plantas deram.

Gosto de lançar à terra muitas sementes, assim dará para alimentar os animais selvagens e para consumo cá em casa: Mesmo no caso das couves, as que nascem selvagens são sempre mais resistentes do que aquelas que quero em determinado sitio. A explicação é que se a minha expectativa é inexistente ou baixa, tudo o que vier é mais apreciado e agradecido. Porque as nossas deceções/frustrações são fruto das expectativas criadas.

Se é das pessoas que no inverno não tem tempo para cuidar da horta, pode deixar terreno em pousio ou semear plantas que fazem adubação verde, como tremocilha, alfafa ou luzerna, entre outras. Nas minhas caminhadas, descobri que em diversos limites de passeios pela Batalha existe lucerna selvagem - natureza generosa.

As propriedades das sementes de luzerna/alfafa são imensas, sendo a planta comestível e excelente como aporte nutricional tanto para animais de criação como para nós humanos.

Hortícolas para Semear e/ou plantar ao ar livre: acelgas, alfaces, alho francês, brócolos, cebolas, cenouras, coentros, Couves várias, couve-rábano; espinafres, espargos, favas, mostardas, nabiças, nabos, rabanetes, rúcula, salsa.

Jardim, semear e/ou plantar: amores-perfeitos, margaridas, açucenas, cíclames, narcisos, crisântemos, jacintos e tulipas.

Com a natureza aprendo a viver!


NESTA SECÇÃO

Saga Feérica no Reino da Dinamarca

O sol escaldante do Verão anunciava aos arautos da arte dinamarquesa que podiam sair de casa...

Agitar das águas da política local

“O pessimista reclama do vento, o otimista espera que ele mude, o realista ajusta as velas”....

Música fácil, mas só na aparência

Muito em voga nas décadas de cinquenta e sessenta do século XX, o Easy listening, também con...