Carlos Ferreira

Diretor

Saudinha da boa!

Esta edição dedica às questões da saúde mais do dobro do espaço habitual. E quase todos artigos assentam em boas razões. O que é saudável.

A primeira boa notícia é que o projeto de combate à obesidade infantil “Batalha Saudável”, que envolve mais de 750 alunos, permitiu em dois anos uma redução de 7% dos casos de obesidade no ensino pré-escolar, aumentando o valor para 7,2% junto dos alunos do 1º CEB.

Este resultado não merece a forma como são [ou foram até há alguns dias] servidas as refeições aos alunos das escolas públicas do concelho – sendo a alimentação essencial para a saúde, é no mínimo uma história de irresponsabilidade. Por isso, a câmara pediu a intervenção do Ministério da Educação, devido “ao incumprimento grave do contrato pela empresa que fornece a comida aos estudantes”. Uma situação de “caos e insuportável”.

Noutra matéria, a Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria, que inclui o Concelho da Batalha, defendeu “a qualificação e ampliação das instalações do Centro Hospitalar de Leiria, numa operação faseada que promova uma melhor articulação e integração de serviços”. É sugerida a remodelação e expansão do serviço de urgência geral e da consulta externa nos hospitais de Leiria e pombal, e a remodelação e ampliação o hospital de dia do primeiro.

O Leitor pode ainda ler os habituais artigos da USF Condestável, na Batalha (este mês assinado por Patrícia Moreira), de Joana Crispim e João Ramos.

Além destes temas, poderá encontrar muitos outros de interesse nesta edição do Jornal da Batalha, que desejamos, o tenha encontrado com saúde. E que assim continue. Por isso, como se diz popularmente: “Saudinha da boa!” e até breve.

 


NESTA SECÇÃO

Regras do apoio extraordinário à retoma progressiva da atividade

  Foi criado pelo Decreto Lei (DL), n.º 46-A/2020, alterado pelo DL n.º 90/2020, de 19/10...

Infante D. Henrique, o Navegador

A 4 de março de 1394, nasceu, no Porto, o Infante prodígio da Ínclita Geração: D. Henrique, ...

Todos os seres vivos morrem

Agora que a pandemia nos atingiu seriamente, muito se fala do número de óbitos existentes a ...