Rosas do Lena quer enriquecer e impulsionar atividades

A direção do Rancho Folclórico Rosas do Lena, da Rebolaria (Batalha), há uma década dirigida por José António Vieira Bagagem, foi reeleita para o sexto mandato e o “seu propósito é manter a linha de rumo, com o empenho de sempre, dando continuidade a todas as atividades, com especial relevo para a mais antiga e prestigiada, a Gala de Folclore da Batalha”.

Segundo um comunicado do agrupamento, algumas das suas principais iniciativas anuais “serão impulsionadas e enriquecidas com inovações” e o rancho “continuará a participação nas manifestações culturais e festivas na vila, para as quais for solicitada pela câmara municipal, a que deve apoios decisivos, ou pela sua junta de freguesia e pelo Mosteiro de Santa Maria da Vitória”.

O museu etnográfico continuará a receber visitas de estudo, sobretudo das escolas. O espaço beneficiou este ano de “amplas obras de restauro das paredes, portas e janelas”, sendo “preocupação constante” do agrupamento “mantê-lo cuidado tendo em atenção o seu valor documental e histórico, a sua antiguidade e, muito particularmente, a salvaguarda do seu valioso espólio”.

O Rancho Folclórico Rosas do Lena promete ainda “manter uma pesquisa atenta do cancioneiro regional, em que recentemente teve oportunidade de fazer recolhas, duas das quais já incluídas no seu reportório; zelar pelo vasto património imobiliário e pelo recheio à salvaguarda das suas três secções principais: museu etnográfico, sede e casa da cultura”.

Quanto à sua Escola de Concertinas e de Harmónios, o rancho pondera, perante “tão evidentes resultados”, estudar “a possibilidade do seu alargamento a outros instrumentos”.

Atividades 2019

JANEIRO

De 18 a 21 — Deslocação à Ilha do Pico

FEVEREIRO

Oficinas de Arte e Ideias no Museu Etnográfico

MARCO

Dia 3 Participação no cortejo do Entrudo organizado pela Câmara Municipal da Batalha

ABRIL

Dia 14 - Organização do Encontro de Grupos que Entoam os Cânticos da Quaresma

Dia 27 — Encontro Nacional de Cantadores e Tocadores de Instrumentos Tradicionais.

MAIO

Dia 19 — Uma tarde na Ponte da Boitaca (artesanato ao vivo, venda de artesanato, taberna típica, animação musical, visita ao Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota 1ª posição junto à Ponte da Boitaca). Peregrinação Nacional dos Grupos Folclóricos ao Santuário de Fátima

JUNHO

Participação na FIABA (Feira de Artesanato e Gastronomia da Batalha)

Deslocação ao Estrangeiro

JULHO

Dia 14 — 14° FestiBatalha. Compondo-se de várias vertentes, o FestiBatalha comporta um festival nacional de folclore, urna mostra/venda de produtos tradicionais de diversas regiões do nosso País, uma exibição de marchas e um baile popular.

AGOSTO

Dia 10 — 34ª Gala Internacional de Folclore da Batalha.

SETEMBRO

Participação no Mercado do Século XIX.

OUTUBRO

9ª ADIAFA CULTURAL, com especial relevo para a música, teatro e a poesia, e para a confraternização com os grupos congéneres do concelho e da região.

DEZEMBRO

Montagem de um presépio. Como vem acontecendo há anos, voltará a receber e a hospedar nas suas instalações grupos estrangeiros, que vêm participar nas galas internacionais da Batalha, no Festibatalha e noutras atividades.

Corpos gerentes para o Biénio 2019-2020

Assembleia-geral

Presidente: Joaquim Moreira Ruivo

1º Secretário: José António Pinheiro Jordão

2º Secretário: Patrícia Alexandra Moleano Calé

Direção

Presidente: José António Vieira Bagagem

Vice-Presidente: Nelson Silva Grosso

1ºSecretário: Beatriz Oliveira Moreira

2ºSecretário: Nancy Ribeiro Fonseca

Tesoureiro: Daniela Oliveira Moreira

Vice Tesoureiro: Catarina Marques Pinheiro

Vogais: Paulo Jorge Bagagem Jordão Oliveira

Maria Isabel de Sousa Martins Ligeiro

Beatriz Marques Vieira da Silva

Jéssica Vieira Tomás

Sara Filipa Moleano Calé

Luís Fernando Ramos Pinheiro

Conselho Fiscal

Presidente: Rui Manuel Soares Batista

Secretário: Augusto da Costa Ligeiro

Relator: Fernando Ribeiro dos Santos


NESTA SECÇÃO

Destino de alguns valores do Mosteiro de Santa Maria da Vitória

Universalidade de Portugal Não sei se Portugal pode cumprir outra missão, servir ou...

Exposição liga Batalha aos principados romenos

Está patente no mosteiro uma exposição intitulada “Os principados romenos no tempo da constr...

Infante D. Henrique, Imperador de novos mares e de novos céus

Infante D. Henrique   “Talant de bien faire”   Tive a vocação do bem.   ...