Rosas do Lena lança CD e homenageia tradições

O Rancho Folclórico Rosas do Lena promoveu, a 21 de abril, diversos atos ainda inseridos nas comemorações do seu 55º aniversário e 18º aniverário do Museu Etnográfico da Alta Estremadura.

A inauguração de um painel de azulejos alusivo à Festa da Santíssima Trindade, na sede do agrupamento e de um monumento de homenagem à Escola de Harmónios e Concertinas do Rosas do Lena e ao seu mestre Joaquim Moreira Ruivo - obra executada e oferecida pelo canteiro Armando Pinheiro – e o descerramento de uma fotografia do falecido acordeonista Vergilio José Pereira, que integrou o rancho mais de 30 anos, foram alguns dos atos solenes.

O rancho aproveitou ainda para apresentar o seu último disco compacto (CD), gravado em novembro de 2017, que regista aspetos da cultura popular da Batalha e da Alta Estremadura e decorreu ainda o encontro de cantadores e de tocadores de instrumentos tradicionais, com a presença de quatro grupos.

Na sua intervenção, o presidente do rancho, José António Bagagem, agradeceu o apoio da câmara municipal, da junta de freguesia da Batalha e da Caixa de Credito Agrícola da Batalha, esta porque “tornou viável a gravação deste novo trabalho discográfico (O povo que canta e que reza) que, além das modas para bailar, tem dois cânticos da quaresma, as loas a Santo António, rezas da medicina popular e dois rimances”. O responsável agradeceu igualmente ao canteiro Armando Pinheiro.

“A nossa preocupação em preservar os aspetos distintivos da nossa cultura, que muito dizem ao povo, resultou ainda no registo em painel de azulejos da Festa da Santíssima Trindade, a maior festa da nossa paróquia”, referiu José António Bagagem, agradecendo a Joana Trovão e ao pintor Telmo Pereira, que facilitaram a feitura do painel.


NESTA SECÇÃO

Novela transforma Pia do Urso em Líbano

O Município da Batalha revelou na quinta-feira, 18, que a Pia do Urso, na freguesia de São M...

Agenda Cultura Acessível com duas presenças do concelho

A agenda Cultura Acessível, que reúne online oferta cultural acessível em Portugal, destinad...

Os instrumentos musicais do pórtico do Mosteiro (II)

Aliás, serão dois assuntos a que vou referir-me na secção deste mês. O primeiro ainda relaci...