Região quer concessionar transportes públicos por 25 milhões de euros

A Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIM Região de Leiria) aprovou a abertura de um concurso público internacional para o Serviço Público de Transporte de Passageiros, cujo contrato de concessão, com a duração de quatro anos, apresenta 25 milhões de euros como valor base, e com o financiamento reforçado por parte dos municípios.

Na mesma ocasião, a CIM da Região de Leiria decidiu implementar um novo Serviço de Transporte Flexível a Pedido, em parceria com o serviço de táxis, a iniciar até ao final do ano, em regime de projeto-piloto, e com o principal objetivo de alargar e reforçar a oferta de transporte público de passageiros, garantindo, numa primeira fase, a cobertura adequada em zonas de menor densidade demográfica, conferindo uma nova mobilidade a populações que residam em áreas que não dispõem de um serviço regular de transporte público de passageiros.

Este novo serviço irá funcionar de segunda a sexta-feira, mediante uma chamada gratuita para efetuar a reserva (através de um número gratuito). Até às 15 horas do dia útil anterior à viagem, a pessoa em questão pode ter o serviço do transporte flexível, de forma simples e com baixo custo, uma vez que o serviço de transporte será cofinanciado em 50% pela CIM Região de Leiria.

Com esta concessão, o objetivo “é assegurar um sistema de transportes públicos adequado às necessidades de transporte das populações, incluindo o serviço de transporte público regular de passageiros de âmbito municipal, intermunicipal e inter-regional, serviço de transporte público urbano e alguns serviços de transporte especializados, para além da importante componente do apoio ao serviço de transportes escolares”.

A CIM Região de Leiria prevê um incremento do investimento municipal na melhoria e modernização da rede de transportes, no valor de 1,2 milhões de euros, a repartir pelos municípios, em função da dimensão da rede prevista para cada um dos territórios no âmbito da concessão, sendo que esta rede será complementada por serviços flexíveis, de transporte a pedido, que entrarão em operação no território e que não são abrangidos no processo de concessão.

Como principais exigências no processo de concurso internacional, foram consideradas fortes preocupações ambientais com o material circulante relativamente às emissões poluentes. Nos termos do concurso pretende-se que os autocarros a operar na concessão sejam mais recentes e mais eficientes em termos ambientais. Também o conforto dos passageiros e a melhoria do serviço são aspetos valorizados no novo concurso.

A Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT) deu parecer favorável ao concurso público para a atribuição da concessão do serviço público de transporte rodoviário de passageiros CIM Região de Leiria, seguindo-se agora o envio da documentação para a obtenção do visto prévio do Tribunal de Contas e posterior publicação do anúncio do concurso no Jornal Oficial da União Europeia e Diário da República.

Para os responsáveis da CIM Região de Leiria, “este é um projeto decisivo para o futuro da mobilidade, do ambiente e da coesão na região, tendo merecido a unanimidade dos autarcas no reforço do investimento para melhorar o serviço de transporte público de passageiros”. Para o sucesso deste exigente e complexo processo de concessão, “espera contar com o interesse dos diferentes operadores privados, condição indispensável para em parceria podermos servir melhor as populações”.

A CIM Região de Leiria integra os concelhos de Alvaiázere, Ansião, Batalha, Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos, Leiria, Marinha Grande, Pedrógão Grande, Pombal e Porto de Mós, com um total de 286.809 habitantes.

 


NESTA SECÇÃO

Pai e filha bebé residentes na Batalha morrem em acidente, funeral marcado

O homem e a sua filha de dois meses que morreram no acidente ocorrido na Estrada Atlântica, ...

Região pede financiamento para seis projetos que considera fundamentais desenvolver

A Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIM Região de Leiria) revelou no dia 25 de ...

Valorlis premeia escolas com melhor desempenho ambiental

  Os 55 estabelecimentos de ensino que participaram no Programa Ecovalor ano letivo 2021/...