Luís Tavares

(SRCI)

Quinta do Escuteiro retoma atividades com novas regras

Foram quase cinco meses que a quinta esteve encerrada a atividades. O espaço volta a receber grupos, tendo sido sujeito a adaptações tendo a segurança dos visitantes como prioridade.

Se no princípio a natureza tomou conta do espaço, com uma presença significativa de fauna que noutros períodos se torna mais difícil de avistar, este interregno foi também importante para a realização de algumas obras de manutenção e melhoramento das instalações.

Com o retorno dos visitantes foram tomadas medidas para assegurar o cumprimento das normas de segurança face à pandemia de Covid-19. A lotação do espaço de quatro hectares está agora reduzida a quatro grupos de escuteiros de 20 elementos, apenas da região de Leiria-Fátima, estando definidas áreas específicas para cada um dos grupos, evitando-se assim cruzamentos.

Os espaços de utilização comum estão disponíveis sob reserva, excetuando o Centro de Acolhimento e Formação Ambiental e a torre de observação de aves, que se encontram encerrados. A higienização dos espaços foi reforçada, tendo sido criada uma área de isolamento para casos suspeitos de Covid-19. É obrigatório usar máscara, bem como cumprir a restante etiqueta respiratória recomendada pela Direção Geral de Saúde (DGS).

O acolhimento de grupos externos ao Corpo Nacional de Escutas continua a ser possível, desde que residentes no concelho da Batalha e compostos no máximo por 20 elementos. A visita destes grupos não poderá ocorrer em simultâneo com grupos de escuteiros.

Apesar da pernoita ainda não ser possível, a Quinta do Escuteiro já tem recebido alguns grupos. Sendo o exterior um local mais seguro para a realização de atividades face à pandemia que atravessamos, é expectável que espaços como este tenham uma grande procura nos próximos meses, permitindo o retomar possível das atividades escutistas da região.

Para reservas, contactar através do email quintadoescuteiro@escutismo.p


NESTA SECÇÃO

Valorlis em campanha de inclusão para aumentar a reciclagem

A Environment Global Facilities (EGF) e as suas 11 concessionárias – entre as quais a Valorl...

Câmara sujeita a ter de indemnizar empresas de exploração de pedra

O Tribunal Administrativo e Fiscal de Leiria aceitou uma providência cautelar, interposta pe...

Autarca representante do Comité de Acompanhamento do Centro 2020

O presidente da Câmara da Batalha, Paulo Batista Santos, foi eleito no dia 4 de novembro, em...