Célia Ferreira

AMHO A Minha Horta

Queimar plantas benéficas pelos seus óleos essenciais

O frio já chegou e a estação que atravessamos convida-nos ao recolhimento, aquecer a casa e aquecer o estomago - com uns chás de plantas do nosso quintal é algo de maravilhoso. Por cá gosto muito de admirar a lareira acesa, ver e sentir o crepitar do lume. Fico ali a observar as cores das chamas e a sentir o calor que emanam e só isso traz-me uma tranquilidade e bem estar difícil de explicar por palavras.

Quando tiverem o lume aceso, podem também queimar plantas que são benéficas com os seus óleos essenciais, principalmente nesta época das constipações, que agora parecem mais assustadoras, pelo facto de ainda vivermos uma pandemia com sintomas idênticos às constipações, que antes não eram tão alarmantes.

Uma das folhas que sugiro que queimem nas vossas lareiras são as de eucalipto, que ao queimarem emanam no ar alguns dos seus óleos, que permitem uma higienização do ar, e ainda folhas de louro.

As couves passaram a viver livres na minha horta, isto quer dizer que se auto-propagam e cuidam de modo autónomo/livre, e nesta época é o momento ideal para elas crescerem e para nós as consumirmos. Por cá, por debaixo delas, cresce também em modo livre a erva-cidreira, e a verdade é que na zona onde as couves têm a erva cidreira como companhia não aparecem tantas lagartas, como nas que estão mais expostas, sem aromáticas.

Isto remete-nos para a consociação favorável de plantas, um tema de que já falei antes, mas não me canso de o valorizar, pois nas plantas existem companheiras benéficas, tal como na vida das pessoas. Procurem ser válidos na vida dos outros, tal como procurem a companhia de quem vos faz bem. Na minha vida conheci pessoas que potenciam o melhor de mim, mas também conheci que potencie o pior de mim, tudo faz parte. A nossa mais valia será podermos escolher, ou aprender a lidar com tudo isso.

Em termos de aprendizagens de vida, hoje gostaria de abordar a importância da forma como assumimos os acontecimentos da nossa vida. Entendo e respeito que todos podemos ter de perspetivas diferentes, e o respeito pelas diferenças é o que me leva a interagir e apreciar as pessoas pela sua essência e não pelas opiniões que podem ser divergentes das minhas. Porque acredito que cada um será a melhor versão que consegue ser, com todas as virtudes e defeitos que isso comporta. Gosto de apreciar o melhor de cada um, sem julgamentos, assim evito conflitos e maus sentimentos.

Deixo-vos o seguinte provérbio/desejo: Que tenha: Força para mudar o que não pode aceitar/Serenidade para aceitar o que não pode mudar/Sapiência para perceber a diferença/É que desejo a quem me lê hoje. Bem haja.

Horticolas para Semear e/ou plantar ao ar livre: Acelgas, alfaces, alho francês, brócolos, cebolas, cenouras, coentros, Couves várias, couve-rábano, espinafres, espargos, favas, mostardas, nabiças, nabos, rabanetes, rúcula, salsa.

Jardim, semear e/ou plantar: amores-perfeitos, margaridas, açucenas, cíclames, narcisos, crisântemos, jacintos e tulipas.

Se é das pessoas que no inverno não tem tempo para cuidar da horta, pode deixar terreno em pousio, pode sempre semear plantas que fazem adubação verde, como tremocilha, alfafa ou luzerna, entre outras. Estas plantas ajudarão a fixar os nutrientes ao solo, ao serem trituradas e envolvidas na terra quando estiverem maiores, mas antes de frutificarem, que coincide com a época das sementeiras da primavera

Na horta posso cultivar bons alimentos e bons sentimentos!

Boas colheitas.


NESTA SECÇÃO

Há mais vida para além do mosteiro…

Está adaptação da conhecida citação atribuída ao ex-presidente Jorge Sampaio – “há mais vida...

Transferência de competências do poder central para o local

Por princípio e por experiência, sou favorável a todas as diligências que permitam prestar s...

Sem medos

Caro/a (s) Munícipes da Batalha, permitam-me que comece este artigo citando aqui a grande mu...