Procissão dos caracóis candidata a 7ª maravilha

A junta de freguesia e a comissão da igreja paroquial pretendem candidatar a Festa de Nossa Senhora do Fetal, também conhecida como “Procissão dos caracóis”, ao concurso “7 Maravilhas da cultura popular em Portugal”.

O anúncio foi feito pelo Município da Batalha, no dia 10 de janeiro, numa nota de Imprensa em que afirma “acompanhar a pretensão” das duas entidades locais, de efetuarem a candidatura, na categoria de “Procissões e romarias”, que tem de ser concretizada até 01 de março.

“Esta candidatura é uma excelente oportunidade para projetar e valorizar uma festa religiosa única do nosso país, que combina a fé e a exuberância das imagens da luz dos caracóis”, refere o presidente da autarquia.

“Depois de em 2007 o Mosteiro de Batalha ser considerado uma das “7 Maravilhas do Património Histórico em Portugal”, acredito nas potencialidades desta candidatura que representa a cultura e tradições enraizadas nesta região”, acrescenta Paulo Batista Santos.

Entretanto, até 29 de março pode ser visitada no posto de turismo da Batalha uma exposição fotográfica alusiva à “Procissão dos caracóis”, que “reúne trabalhos de grande qualidade artística e documental”.

A exposição fotográfica “À Luz dos caracóis” foi inaugurada a 12 de janeiro, durante uma cerimónia que incluiu a entrega dos prémios relativos ao 6º Concurso Fotográfico Festa de Nossa Senhora do Fetal, uma iniciativa realizada pela Junta de Freguesia Reguengo do Fetal, com o objetivo de “dar a conhecer esta manifestação religiosa ímpar”. Pode ser visitada diariamente das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00.

A celebração religiosa conhecida como “Procissão dos caracóis”, devido à tradicional e conhecida procissão noturna iluminada com cascas de caracóis, é um evento anual, realizado em finais de setembro e no primeiro fim-de-semana de outubro, que recebe milhares de visitantes.

A energia elétrica nos períodos em que as procissões se realizam é cortada e a imagem da Senhora do Fetal, padroeira da freguesia, é transportada em ombros, do Santuário de Nossa Senhora do Fetal (Mariano) à Igreja Matriz da aldeia, regressando sete dias depois.

Fotografia: Carlos Venceslau


NESTA SECÇÃO

Carnaval põe 1.500 miúdos e graúdos a desfilar na vila

O Carnaval na Batalha volta à rua e promete diversão para todas as faixas etárias, com uma p...

Exploração da Barrosinha chumbada de vez

O projeto de exploração da pedreira da Barrosinha, na freguesia de Reguengo do Fetal, foi fo...

Menina de um ano morre atropelada por empilhadora

Uma menina de um ano de idade, natural de Casal do marra, no Concelho da Batalha, morreu no ...