Célia Ferreira

AMHO A Minha Horta

Plantas para cuidar das pessoas e dos animais

O mês de fevereiro já nos oferece dias com mais tempo de luz de sol, já vamos mais para as hortas. A minha, ainda com zonas em pousio, oferece-me nesta época as urtigas, que tanto se escreve urtiga, como urtiga - se quiserem saber mais sobre ela, no sábado, dia 29 deste mês, haverá uma ação durante a tarde no CIA de Leiria, com entrada gratuita.

Por aqui desde que as sabemos apreciar, nunca foram de mais no nosso quintal - com elas fazemos sopas, bolas, tisanas para o interior e também para limpar o couro cabeludo.

Para eliminar os sinais de caspa, colhem-se raízes das urtigas e faz-se uma tisana (vulgo chá) com a qual se massaja o cabelo e se deixa ficar por alguns minutos.

Também costumo aplicar sumo de limão para uma limpeza do couro cabeludo, no final até se sente o couro cabeludo mais fresco e arejado.

Soluções simples e práticas, só precisamos de conhecer melhor a natureza que nos rodeia e saber aproveitar todas as suas potencialidades, vamos a isso?!

Hortícolas para semear em local coberto: acelgas, alfaces, alho francês, brócolos, couves-repolho, ervas aromáticas, nabos, rúcula, tomates, pimentos.

Hortícolas para semear ao ar livre em zonas menos propensas a geadas: alho francês, beterrabas, cebolas, cenouras, coentros, couves-flor, couves- repolho, espargos, espinafres, ervilhas, nabiças, nabos, rabanetes, rúcula, coentros, calêndulas.

Jardim, semear: gipsófilas, manjericos, ciclames, cólios, sécias, bolbos, margaridas, cravinias.

Relembro que, para quem tem galinhas em galinheiros, é normal que elas apresentem alguns. As aromáticas servem muito bem também para elas. É comum por aqui oferecer-lhes na água infusões de plantas, nomeadamente infusão de hortelã, assim limpam os intestinos, pois a hortelã ou as mentas servem como repelentes de vermes internos. No ninho das galinhas devem ainda ser incorporadas diversas aromáticas, tais como: funcho – estimulante de postura; alfazema – calmante, aumenta a circulação sanguínea, reduz o stress e aromático; erva-cidreira – calmante e repelente de roedores; hortelã – repelente de vermes e insectos; urtigas – calmantes (podem ser adicionais à pasta de sêmeas que lhes sirva pela manhã); salsa – rica em vitaminas e evita a proliferação de salmonelas; tomilho – aumenta a saúde respiratória e é calmante (este também sirvo como chá na água).

Para além de as incorporarmos no galinheiro ervas aromáticas, também temos plantações delas em redor do galinheiro.

Tenho percebido que as pessoas têm tido tendência para consumir mais “sementes” diversas, ora reparo contudo que o fazem sem as hidratar, o que acaba por não ter efeito no organismo. Para aproveitar melhor o potencial nutricional das sementes, devem ser previamente hidratadas de preferência até ao ponto de começarem a desabrochar e só assim elas nos devolvem o melhor que têm para dar.

Não será assim também com a natureza humana, nem sempre se tira de nós o melhor, às vezes é preciso um certo jeito ou ambiente favorável.

Bem haja, por continuar a apreciar o que escrevo.

Na horta aprendemos e evoluímos!

Boas colheitas.


NESTA SECÇÃO

O impacto da Covid-19 na sociedade e o papel das lideranças

Numa altura em que se vive uma crise mundial associada à pandemia da Covid-19, provocada pel...

Não matem o mensageiro

A maioria de nós começa esta semana, de 13 a 17 de abril, a completar o primeiro mês de isol...

Parabéns aos combatentes do Concelho da Batalha!

Há décadas que os combatentes da Batalha têm duas grandes aspirações: 1ª - Que, na sede d...