Batalha: Eleições Autárquicas

Horácio Francisco/CDS-Independentes:
“Esta equipa irá fazer história”

O Concelho da Batalha insere-se territorialmente na região da Alta Estremadura, razão pela qual, indiretamente, estamos ligados por diversas interdependências aos concelhos vizinhos. Contudo, a equipa das listas do CDS/Independentes assume um ambicioso projeto para o nosso concelho, com a Batalha no Coração.  

A análise do mandato do executivo que agora termina, obviamente que é menos boa, uma visão genérica, sem particularizar, com medidas avulsas, executadas, salvo o devido respeito, sem planeamento e ordenamento. Nestes últimos 4 anos, em cada eleição as promessas foram sempre as mesmas e muito pouco se fez, a não ser política pouco ética, desumana, menos séria, com o esbanjamento de milhares de euros dos nossos impostos em futilidades, show off, festivaleiros, hipocrisia e demagogia.

O nosso mandato será sempre desempenhado com a maior proximidade a todos os munícipes, total abertura à sociedade civil e de serviço público, com coerência, dignidade, seriedade, rigor, respeito e responsabilidade. Prometemos, trabalho, trabalho e mais trabalho, para encontrar soluções para os muitos problemas que preocupam e afetam as populações do nosso Concelho da Batalha.

As listas do CDS/Independentes conseguiram, assim, na ótica do progresso e da inovação, uma equipa forte, com “garra”, que tem métodos, movimentos e tempos e que é, para além de tudo, determinada, dinâmica, inovadora, constituindo, pois, um valor acrescentado fantástico e uma mais-valia, com provas dadas e capacidades demonstradas para a execução destes ambiciosos projetos de fazer a mudança, ou seja, com a Batalha no Coração, vamos trabalhar e lutar, para unificar e inovar. Deste modo, a Câmara vai mudar, a Batalha e os Munícipes vão Ganhar.

Não temos dúvidas de que, após o dia 01 de Outubro, esta equipa irá fazer história, pautando-se pela diferença que o concelho da Batalha deseja e merece!Garantimos estar já a trabalhar para, assim que formos eleitos, tomar decisões inadiáveis que, em quatro anos, coloquem o município na rota da unificação, da ciência, da inovação e do desenvolvimento socioeconómico e industrial, nas suas diferentes dimensões e atividades.

Defenderemos, acerrimamente, perante o poder central, seja ele qual for, o concelho e todos os munícipes; bens; micro, pequenas e médias empresas, comerciais, industriais, turísticas, ou de outros ramos de atividade. Promoveremos o desenvolvimento tecnológico, ambiental, sócio-cultural, educacional, social, desportivo, associativo, juventude. Pretendemos o progresso industrial, com a requalificação de espaços e a construção de novas áreas de localização empresarial, garante duma melhor qualidade de vida. Defenderemos a promoção da atividade agrícola de qualidade nas produções de maior significado; o aproveitamento do potencial turístico de todo o concelho, nas suas diversas vertentes, com a preservação e valorização do património histórico, cultural e paisagístico. Investiremos na melhoria da rede viária e na requalificação de núcleos urbanos das diversas freguesias, muitas em estado de calamidade.

Pretendemos e lutaremos com determinação para que o nosso concelho tenha um desenvolvimento sustentado, que se afirme e destaque nesta região pela positiva, em diversas vertentes e domínios. Não confundimos desenvolvimento com crescimento ou com incremento e proliferação de construções.

O desenvolvimento sustentado da nossa Batalha, para o qual queremos contribuir, é o mesmo que foi enunciado pelas Nações Unidas como aquele que “ permita a satisfação das necessidades do presente sem comprometer a capacidade das gerações vindouras de satisfazer as suas necessidades”.

Este desenvolvimento sustentado assentará em três pilares fundamentais:

1 – Melhoria da qualidade ambiental, que passa pela conclusão do saneamento básico para todo o nosso concelho; a reflorestação efetiva das diversas zonas e seu ordenamento; a conservação dos recursos hídricos; a recuperação paisagística das pedreiras abandonadas e a monitorização das atuais; a eliminação de focos de poluição atmosférica, conhecidos de todos, alguns dentro das povoações, que prejudicam a qualidade de vida de todos os munícipes.

2 – Crescimento equilibrado do território, apoiado num plano de pormenor que resolva os constrangimentos do novo PDM e que potencie o ordenamento dos espaços urbanos, industriais, florestais agrícolas e ecológicos. Dizemos claramente que não queremos um crescimento desproporcionado de espaços urbanos ou industriais que condicione irremediavelmente o futuro. A nossa geração não tem que decidir sobre a utilização de todos os espaços. Vamos lutar para corrigir e reformular o atual PDM.

3 – Educação, Cultura e Desporto -apoiaremos o associativismo desportivo e outras iniciativas da sociedade civil, de modo a permitir que um maior número possa usufruir das diversas atividades. Acompanhar as diferentes escolas, quer na promoção da qualificação aos diversos níveis de ensino quer na promoção dos princípios cívicos e de cidadania ativa.


NESTA SECÇÃO

Carnaval põe 1.500 miúdos e graúdos a desfilar na vila

O Carnaval na Batalha volta à rua e promete diversão para todas as faixas etárias, com uma p...

Menina de um ano morre atropelada por empilhadora

Uma menina de um ano de idade, natural de Casal do marra, no Concelho da Batalha, morreu no ...

Comunidade contra pesquisas de gás natural na região

A Comunidade Intermunicipal da Região de Leiria (CIMRL), que inclui o Concelho da Batalha, a...