José Travaços Santos

Casa da Madalena

Peça a peça, o Museu Etnográfico da Alta Estremadura

Como disse no número anterior, o edifício do Museu foi sujeito a obras de restauro que, embora não sendo em profundidade, não têm permitido a sua abertura ao público, o que se espera para breve.

Ainda na cozinha, mostra-se, neste número, um dos painéis que revelam o tipo de paredes interiores, neste caso o de carrisca (parede feita de argamassa em que se inserem cascas de pinheiro). Trata-se da zona mais antiga do edifício, possivelmente datando do século XVIII. Noutros espaços há paredes de tabique, em que as fasquias são muito mais estreitas do que as de carrisca, e de tijoleira.

Tectos e sobrados, iguais aos anteriores, são resultado dos restauros primorosamente executados pelo mestre rebolariense Abílio Monteiro Jordão.


NESTA SECÇÃO

A Defesa do Património

Evocação de Santa Maria-a-Velha Foi aqui que me plantaram dando-me a primazia de se...

D. Manuel I

Venturoso porque colhi a seara que outro semeou mas desventurado porque a Histór...

Projeto inovador de Tobias Monteiro leva teatro às escolas do concelho

“A arca dos contos em movimento” já iniciou a sua viagem com vista à descentralização cultur...