José Travaços Santos

Casa da Madalena

Peça a peça, o Museu Etnográfico da Alta Estremadura

Mostro outro plano da casa do tear, tear em bom estado de funcionamento (todos os anos trabalha por altura do “Museu ao Vivo”), vendo-se também, à esquerda, a urdideira, em frente a roda de fiar, e à direita alguns ferros de engomar da colecção do Museu. Num dos ferros, que não está visível na fotografia, em vez de carvão usava-se uma pequena barra de ferro que se aquecia na lareira até ficar quase incandescente. Muito pesado, exigia de quem o utilizava um grande esforço. O manequim mostra como a mulher trajava nas suas lidas caseiras, sempre de lenço, com blusa de chita e saia de riscadilho com barra vermelha. Frequentemente descalça, usava também com uma certa frequência os canos de lã e, às vezes, nas suas idas ao pátio, calçava tamancos.


NESTA SECÇÃO

A urbanização da Batalha no século XX (II)

Quarentena   Amedrontado e fechado em prisão domiciliária à espera que o mundo ...

A urbanização da Batalha no século XX e uma Exposição ao Presidente do Conselho de Ministros (I)

  Velhice   Os meus passos na cidade repisam o itinerário dos meus avós. ...

Concelho integra Rede das Cidades de Aprendizagem da UNESCO

O Município da Batalha integra desde 23 de setembro a Rede das Cidades de Aprendizagem da UN...