José Travaços Santos

Casa da Madalena

Peça a peça, o Museu Etnográfico da Alta Estremadura

Seria mais exacto eu dizer “Divisão a Divisão” e não “Peça a Peça” embora também vá descrevendo, em pormenor, algumas das peças mais expressivas do Museu da Rebolaria, fundado e administrado pelo Rancho Folclórico Rosas do Lena.

Neste número ainda mostro outro plano da divisão que foi destinada à casa de fóra, cujos móveis já tinha referido: o toucador, onde se guardavam as roupas interiores, com espelho para “toucar” o cabelo, a candeia de azeite com três bicos, que se usou já estava entrado o século XX, e o candeeiro de petróleo já conhecido nos finais do século XIX; a arca ou baú, a mesa, um relógio de parede com muitos decénios, um registo de santos. O arquibanco, à nossa esquerda, só se vendo uma tira e, ao fundo, a casa do tear que visitaremos no próximo número.

Em breve o Rancho Folclórico Rosas do Lena dará notícias sobre as suas próximas actividades, de que destaco a apresentação de um disco compacto com muitas novidades, a inauguração de um monumento, do escultor Armando Pinheiro, de homenagem à Escola de Concertinas e de Harmónios e ao seu Mestre Joaquim Moreira Ruivo e a montagem de uma exposição no Mosteiro sobre a relação, através das manifestações populares relacionadas com a Festa da Santíssima Trindade, do povo da Paróquia com o seu Mosteiro.


NESTA SECÇÃO

Banda com raízes no concelho vence concurso internacional

A banda canadiana Social Hysteria, dos irmãos George e Alexandre Lopes, que têm ligações ao ...

Travaços Santos é sócio da Sociedade de Geografia

O investigador batalhense José Travaços Santos recebeu o Diploma de Sócio Correspondente da ...

"Tenor do Povo" dá concerto grátis na Batalha (c/vídeo)

A zona frontal do Mosteiro da Batalha é o cenário para um concerto único do conceituado arti...