Painel de azulejo da “Pan Am” a caminho da classificação

O painel integra a memória coletiva da antiga companhia aérea e é constituído por quatro mil azulejos, com uma área de 92 metros quadrados.

A Direção-Geral do Património Cultural comunicou à câmara da Batalha a abertura formal do processo de classificação do antigo painel publicitário da extinta companhia área norte americana “Pan Am”, localizado na freguesia de Reguengo do Fetal. O painel publicitário integra a memória coletiva da antiga companhia aérea e é constituído por quatro mil azulejos, com uma área de 92 metros quadrados.

“A estrutura publicitária constituiu, em paralelo, um excelente exemplo da capacidade e da técnica criativa das empresas de azulejo portuguesas, conhecendo-se apenas um segundo exemplar com estas características, no concelho de Aveiro, na freguesia de Oliveirinha, cujos azulejos, à semelhança do painel da Batalha, foram produzidos pela Aleluia Cerâmica”, explica a autarquia em comunicado.

No que se refere ao painel localizado na encosta nascente da freguesia de Reguengo do Fetal, fica abrangido por uma zona de proteção de 50 metros. Em 2015, a fundação americana “Pan Am” tinha demonstrado interesse na salvaguarda do painel, tendo-o declarado como “memória com grande expressão da antiga companhia aérea”.

O presidente da câmara, Paulo Batista Santos, “enaltece a abertura do procedimento de classificação do painel pela DGPC, no decurso da tramitação dada pela autarquia” e “atendendo à importância simbólica e patrimonial desta estrutura publicitária significativa, encetará todos os esforços para a sua preservação e promoção”.


NESTA SECÇÃO

Criada Comissão de Defesa do Reguengo contra novas pedreiras

A Comissão Especial de Defesa do Reguengo do Fetal (CEDRF), criada na sequência de uma assem...

Candidatos a deputados alertados para os perigos de novas pedreiras

O presidente da Câmara da Batalha alertou os cabeça de lista às próximas eleições legislativ...

Nova pedreira na freguesia do Reguengo quase aprovada

A Câmara da Batalha revelou que a Direção Geral de Energia e Geologia (DGEG) manifestou a in...