Orçamento participativo paga vitrais na igreja paroquial da Golpilheira

O objetivo é valorizar o património material e espiritual, através da beleza e do simbolismo do templo.

O projeto “Vitrais para Igreja de Nossa Senhora de Fátima”, na freguesia da Golpilheira, recentemente restaurada, é o vencedor do Orçamento Participativo da Batalha, com 402 votos, num total de 825.

A proposta considera que o projeto “contribuirá para a valorização do património material e espiritual, através da beleza e do simbolismo que os vitrais acrescentarão” ao templo. A autarquia recebeu 14 projetos, cabendo o segundo lugar à proposta “Campo Desportivo em São Mamede”, com 162 votos, seguindo- se a construção de uma parede de escalada, com 72 votos.

“Os 825 votos alcançados na presente edição do orçamento participativo tornam evidente que os munícipes cada vez mais se envolvem neste processo de consulta pública”, considera o presidente da câmara municipal, que “regista com grande satisfação” a participação da população.

Para Paulo Batista Santos, “a implementação do orçamento participativo e a inscrição no orçamento municipal de 30 mil euros para sua concretização, reforça, de forma evidente, a importância que a câmara atribui a este processo, bem como à participação dos munícipes nas decisões a concretizar”.

Quanto à Igreja de Nossa Senhora de Fátima, refira- -se que recebeu, em 2016, o altar e outras peças litúrgicas oriundas da Basílica de Nossa Senhora do Rosário, do Santuário de Fátima.


NESTA SECÇÃO

Concelho regista nova vítima mortal e um ligeiro aumento dos infetados

O número de pessoas falecidas no concelho da Batalha com Covid-19 aumentou para 19 no último...

Apoio à mensalidade de creche reforçado em 39 mil euros

O apoio à mensalidade de creche no âmbito do programa “Crescer Mais”, em vigor desde 2019 e ...

Ex-comandante louvado em dia de aniversário dos bombeiros

O ex-comandante dos Bombeiros da Batalha, Fernando Bastos, recebeu um louvor do comandante n...