João Ramos

Fisioterapeuta

O que devo colocar: frio ou calor?

 

 

Muitos são os utentes que colocam esta questão no momento pós-lesão músculo-esquelética. Apesar de cada vez mais se conhecerem as vantagens e desvantagens do frio e do calor, é fundamental saber qual, quando e como aplicar. Com o intuito de dar resposta a esta dúvida de muitos leitores, no artigo deste mês abordamos os assuntos crioterapia e termoterapia.

É de salientar que as questões abordadas no artigo são meramente informativas, todo o caso clínico deverá ter uma avaliação para estabelecimento do diagnóstico médico. Em situação de lesão músculo-esquelética o melhor será procurar a ajuda de um fisioterapeuta para aconselhar e encaminhar o seu caso.

A Crioterapia, “terapia pelo frio”, é uma técnica natural de tratamento já com bastantes anos de utilização. A aplicação do gelo no local da lesão deverá ser durante vinte minutos e com um intervalo de duas horas até à próxima colocação do mesmo. O número de aplicações diárias dependerá da severidade do problema músculo-esquelético.

O gelo é vasoconstritor, diminui o aporte sanguíneo, reduz o metabolismo e a atividade tecidular. Deste modo promove a redução da dor de origem inflamatória. Sempre que estejam presentes sinais cardinais de inflamação é indicada a aplicação do gelo. Os sinais são: rubor, calor, edema e dor;

Para que disfunções é indicado? Traumas agudos ou contusões; Lesões musculares e ligamentares (Tendinites, Bursites, Tenossinovites); Dores agudas em qualquer segmento da coluna com irradiação para um ou mais membros (Cervico-braquialgia, Lombociatalgia); Edemas e Hematomas; Entorses Articulares (Joelho, Tornezelo, Punho); Sub-luxações e Luxações; Periartrite do Joelho.

O gelo poderá ser aplicado também no período pós-treino como forma preventiva de lesões, pequenas inflamações e recuperação muscular.

A termoterapia refere-se à obtenção de efeitos terapêuticos por via da aplicação de calor no local da lesão.

O calor estimula a circulação sanguínea, deverá ser utilizado para relaxar músculos e melhorar mobilidade. A aplicação do calor deve durar entre vinte a trinta minutos e repetir este processo quantas vezes julgar necessário até obter o efeito.

Para que disfunções é indicado? Contraturas e tensões musculares, torcícolos, dores crónicas da coluna vertebral ou de outras articulações.

Estes são alguns exemplos de lesões, para o seu caso específico, aconselhe-se com o seu fisioterapeuta.

                                                                                                                       


NESTA SECÇÃO

Consulta pré-concecional: O que é? Qual a importância?

Já lá vai o tempo em que não era possível programar o nascimento de um filho. Não havia méto...

Diabetes: um dia sem açúcar em família

A International Diabetes Federartion (IDF) comemora anualmente no dia 14 de novembro o Dia M...

Maioria tem falta de dentes e há mais a não irem ao dentista

Mais de 30% da população revela que nunca vai ao médico dentista ou apenas vai em caso de ur...