MCCB (Museu da Comunidade Concelhia da Batalha)

Espaço do Museu

O mês de aniversário do MCCB

Abril é mês de dias marcantes na vida do nosso Museu.

Em 12 de Abril de 2003, assinava-se um contrato de comodato com a Caixa de Crédito Agrícola - a antiga proprietária do edifício do Museu - que assumia a decisão de construir o Museu, ditando o seu rumo.

Já em 2 de Abril de 2011, as portas do novo Museu abriam-se ao público pela primeira vez. A cerimónia de inauguração contou com a presença do então presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, e trouxe centenas de pessoas curiosas em conhecer o novo espaço.

Amigos, munícipes e representantes de outros museus, autarquias e de várias instituições, marcaram lugar na inauguração daquele que se assumia como “O Museu de Todos”.

Uma vez abertas as portas e os bastidores de um projeto que contou com a participação de uma vasta equipa de trabalho e de muitos parceiros individuais e institucionais, o MCCB encetaria uma nova fase no trilho na sua vida museológica. Ao longo de sete anos foi criando e dinamizando iniciativas envolvendo diversas franjas do público. Atividades de ocupação das férias dos mais jovens, tertúlias com especialistas convidados, o Boletim do MCCB, as visitas sensoriais, os “Heróis do Museu” (com o Agrupamento de Escolas), são alguns dos projetos que fazem parte da programação cultural do MCCB e que fidelizam muitos participantes. Paralelamente às dinâmicas culturais, a incorporação de novos objetos (muitos deles cedidos por munícipes da Batalha), os restauros, a investigação e a realização de exposições fizeram e fazem parte das ações do Museu.

Neste trajeto, o MCCB foi sendo galardoado com algumas distinções regionais, nacionais e internacionais em diversas áreas da sua ação museológica.

Em 2012, o MCCB recebia o prémio “Melhor Museu Português”, pela APOM – Associação Portuguesa de Museologia. Um ano mais tarde, o MCCB arrecadou, na Bélgica, o Prémio Kenneth Hudson, do Fórum Europeu dos Museus. Já em 2014, foi galardoado com o prémio Acesso Cultura. No final de 2017, foi distinguido com duas menções honrosas na área da Educação pelo Ibermuseus.

Os prémios recebidos enaltecem o programa museológico, o envolvimento da comunidade e a existência de diversos recursos para pessoas com deficiência. A preocupação do Município da Batalha, através do MCCB, em matéria de acessibilidade e inclusão de todos os públicos, trouxe ao Museu a visita de vários técnicos de outros municípios e instituições culturais, que reconhecem, neste projeto, um modelo a seguir e aplicar noutros locais do país.

Sete anos passados desde a data de inauguração do MCCB, o Município da Batalha, reforça o agradecimento a todos os que participam, colaboram e visitam o Museu de Todos.


NESTA SECÇÃO

Uma horta biológica também precisa de ser “alimentada”

O outono e, para mim, como se nos convidasse ao recolhimento e este ano até é “obrigatório” ...

Almada Negreiros e os Painéis

Entre Maio e Agosto de 1960 o “Diário de Notícias” publicou uma série de artigos do Jornalis...

Regras do apoio extraordinário à retoma progressiva da atividade

  Foi criado pelo Decreto Lei (DL), n.º 46-A/2020, alterado pelo DL n.º 90/2020, de 19/10...