João Pedro Matos

Tesouros da Música Portuguesa

O fascínio Dada

Os Mler Ife Dada, o mais original grupo de música pop de toda a década de oitenta do século passado, foram buscar inspiração ao dadaísmo. Também conhecido simplesmente por Dada, este movimento artístico surgiu durante a Primeira Guerra Mundial, em Zurique, no espaço denominado Cabaret Voltaire.

Constituía essencialmente uma arte de protesto e refletia a agitação política e social do seu tempo. Reagia contra os horrores da guerra e acusava a hipocrisia das potências beligerantes que faziam uma autêntica carnificina para seu próprio interesse. Por oposição à barbárie, o Dada tinha o fascínio pelas coisas simples, por vezes infantis, pela arte enquanto composição aleatória, como jogo de tabuleiro vazio onde a mente podia fazer as mais inusitadas ligações.

Dada em francês significa cavalo de pau de brincar, mas para Tristan Tzara e seus pares era um conceito que nada significava, podendo inventar-se tantas vezes quanto a liberdade criativa o permitia.

Também os Mler Ife Dada sentiam o mesmo fascínio pelo jogo poético enquanto jogo que não conhecia fronteiras, a começar pela música enquanto arte combinatória de sons provenientes de diversos quadrantes: sons do Médio Oriente e de África, mas igualmente do canto lírico, do jazz e do próprio fado.

Tal combinação seria depois matizada pela influência do cabaret requintado de Boris Vian e da música clássica de Kurt Weill. Essa conceção dadaísta da arte e da música em particular teve como protagonistas dois músicos de eleição: Nuno Rebelo, o principal compositor, e Anabela Duarte, a vocalista. Foram eles os mentores e autores dos dois únicos registos de longa duração do grupo, Coisas Que Fascinam, de 1987, e Espírito Invisível, de 1989.

Tal como o dadaísmo não passou de um movimento efémero, mas marcante na História da Arte, também os Mler Ife Dada souberam não arrastar-se ao longo dos anos, evitando cair na armadilha da sua própria decadência. Em 1990 puseram termo à sua carreira.

Ficaram os discos, principalmente Coisas Que Fascinam, o álbum de 1987 que é um conjunto de canções pop, mas que se aventura por outros territórios com o atrevimento do próprio tema de abertura que se intitula Zuvi Zeva Novi.

Não faltará quem venha dizer que aqui temos bastantes influências dos Talking Heads, mas as faixas que se seguem preferem trilhar outros caminhos: depois de Passerelle e A Elsa Disse, encontramos À Sombra Desta Pirâmide, tema que é eminentemente da música do mundo, isto antes da música étnica estar na moda e de Peter Gabriel começar a divulgar através da sua etiqueta alguns dos nomes mais importantes da chamada World Music. Siô Djuzé prossegue na senda das músicas tradicionais do mundo, mais concretamente na música africana, agora num dueto com a participação de Rui Reininho.

Por seu turno, Alfama é fado, cantado com sentimento, alma e garra por Anabela Duarte, ela mesma que viria mais tarde a gravar um disco de fados. Ao longo da viagem por Coisas Que Fascinam encontramos grandes canções como são Valete de Copas ou Sinto em Mim, viagem que prosseguiu dois anos depois no registo intitulado Espírito Invisível, mas que cessou subitamente.

Tudo na vida conhece um fim e Nuno Rebelo e Anabela Duarte transformaram esse fim no princípio de carreiras a solo. Hoje Nuno Rebelo é um dos mais importantes compositores de música concreta para bailado em Portugal, percurso iniciado com o extraordinário duplo álbum Sagração do Mês de Maio e que prosseguiu com os registos Sábado 2 e Azul Esmeralda. Quanto a Anabela Durante estudou canto lírico e, entretanto, gravou Machine Lyrique de pareceria com o pianista Ian Mikirtoumov, e passou a interpretar composições do reportório clássico. Mas porque ambos permanecem fiéis ao espírito dos Mler Ife Dada, em 2014 voltaram a reunir-se para dar um concerto no Centro Cultural de Belém.

 


NESTA SECÇÃO

Os “Pardais” Henriques que prosperam na luta popular

Com a falta de interesse generalizado em discutir as questões estruturais que verdadeirament...

A importância das IPSS e associações e do voluntariado

As IPSS (instituições particulares de solidariedade social) e as associações de bombeiros, d...

As eleições de 6 de outubro enquanto verdadeiro ato de cidadania

No próximo dia 6 de outubro terão lugar as eleições legislativas que levarão a eleição de no...