Anabela Remédios

Ex-presidente e ex-atleta do Atlético Clube São Mamede

O adeus!...

O gosto pelo desporto está tão intrínseco em mim como o ter nascido. Sempre fui uma menina que mais se identificou com as brincadeiras dos rapazes do que propriamente com a das meninas!! Maria rapaz?... Talvez, aliás a minha mãe sempre me disse: “… isso não são brincadeiras para uma menina!”.

Com alguma aptidão para o desporto e pelo espírito competitivo, comecei muito cedo com o meu desporto de eleição - a Natação. Federada e sempre acompanhada pelos meus pais, foram anos que recordo com saudades. A vinda para Portugal obrigou-me a abandoná-lo. Contudo, sempre fui praticando algo, nem que fosse para “manter a forma”.

O gosto pelo atletismo surgiu há 13 anos. O Grupo Desportivo e Cultural Eirapedrense foi o meu primeiro clube. Devido a problemas de saúde deixei de correr. Muito mais tarde, em 2008, surgiu a ideia de se criar um clube na terra. Fui convidada e aceitei de bom agrado em integrar o projeto. Desde de então, o gosto, a dedicação ao atletismo e ao clube foram crescendo.

Há alturas na vida em que chega a hora de tomarmos decisões e foi o que fiz, quando anunciei a minha demissão do cargo de presidente (07 abril) e mais tarde como aleta do clube (04 maio).

Como resumo desta época (setembro 2016 a maio 2017) e da minha representação como atleta do Atlético Clube São Mamede fica o registo da minha participação em 23 provas de Trail e/ou estrada, tendo vencido 19 como geral feminina, três como 1ª F40 e um 3º lugar F40. Ainda consegui ser campeã do Circuito Território do Centro pelo 3º ano.

Irei ficar por aqui?... Certamente que não! Um obrigado ao clube e votos de muitos sucessos aos meus ex-colegas!


NESTA SECÇÃO

Depois de quase meio século do 25 de Abril de 74

Decorrido praticamente um quarto do século XXI e poucos dias após se ter comemorado mais um ...

Regresso ao futuro pela batuta de Álvaro Cassuto

Há alguns meses, no nosso artigo intitulado Sinfonia à Pátria, prometemos escrever sobre Álv...

Uma Matriz comum a católicos e ortodoxos

É um facto a assinalar com júbilo e um acto a merecer os maiores louvores a cedência, pelas ...