Museu da Batalha volta a ser distinguido pela APOM

A 25ª edição dos prémios Associação Portuguesa de Museologia (APOM), promovida no dia 10 de dezembro, distinguiu o Museu da Comunidade Concelhia da Batalha (MCCB) com uma Menção Especial pelas suas boas práticas de acessibilidade.

A edição deste ano contou com 208 candidaturas, envolvendo instituições de Portugal Continental e Regiões Autónomas. Para além disso, assumiu também uma vertente marcadamente internacional, reconhecendo a excelência de projetos de exposição e divulgação cultural de Portugal no estrangeiro.

O Museu de Leiria recebeu o Prémio Trabalho de Museologia pela exposição “Plasticidade – Uma História dos Plásticos em Portugal: novos campos para a ciência da conservação” e uma Menção Especial por boas práticas de acessibilidade, em que também foi distinguido o MCCB.

A exposição “Plasticidade – Uma História dos Plásticos em Portugal: novos campos para a ciência da conservação” garantiu ao Museu de Leiria uma menção honrosa na categoria Intervenção em Conservação e Restauro, cujo Prémio APOM 2020 foi entregue ao Museu do Santuário de Fátima (conservação e restauro do manto da Rainha D. Amélia).

Na categoria Exposição Temporária, o Museu de Leiria ganhou uma Menção pela exposição “Plasticidade – Uma História dos Plásticos em Portugal: as memórias de um quotidiano”.

Eleito Melhor Museu Português em 2012 pela APOM, o Museu da Comunidade Concelhia da Batalha recebeu, no ano seguinte, o Prémio Kenneth Hudson do Fórum Europeu dos Museus (European Museum Forum – EMF). Recebeu ainda o Prémio Acesso Cultura em 2014 e duas menções honrosas na oitava edição do Prémio Ibero- Americano de Educação e Museus, entre outras distinções arrecadadas desde a abertura em 2011.

Assumindo o lema “O Museu de Todos”, o MCCB “pretende fomentar e melhorar soluções técnicas em matéria de acessibilidade e inclusão, com o objetivo de acolher todos os públicos. Neste âmbito, as iniciativas dinamizadas, quer com o público infantojuvenil, quer com a população adulta, procuram sensibilizar para a inclusão numa perspetiva de consciencialização da cidadania”.


NESTA SECÇÃO

Pandemia retira ao Mosteiro da Batalha liderança em visitantes

Os museus, monumentos e palácios nacionais registaram uma quebra de 73,1% de visitantes em 2...

Concelho recebe espetáculos para promover património da humanidade

A candidatura “Lugares Património Mundial do Centro – Rede Cultural 2.0”, submetida pelo Mun...

Nos 58 anos do Rancho Folclórico Rosas do Lena

Jesus   Renasce todos os anos no meu coração este Deus meigo e fraterno, ...