Museu da Batalha finalista em prémio ibero-americano

O Museu da Comunidade Concelhia da Batalha (MCCB) é um dos 33 finalistas do Prémio Ibero-Americano de Educação e Museus que concorrem à categoria I - projetos de promoção de boas práticas de ação em contexto educativo.

Já na oitava edição, o concurso recebeu a inscrição de 148 projetos de 18 países. O MCCB concorre com dois projetos: “À Descoberta dos Sentidos - Atividades de sensibilização para a inclusão e cidadania” e “Heróis do Museu – Observatório Museu/Escola”. 

Os projetos vencedores recebem 75 mil dólares (64.700 euros) para além de menções honrosas a distribuir aos 20 primeiros classificados.

Considerado um dos prémios mais importantes da museologia da américa latina, é promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus e gerido pelo Ministério da cultura, e foi criado pela presidência da república daquele país em 2009.

A comunicação dos projetos vencedores é no dia 31 de dezembro, numa cerimónia a realizar em Brasília.

Para o presidente da câmara da Batalha “a nomeação do MCCB, como finalista do Prémio Ibero-Americano de Educação e Museus é por si só uma importante vitória, atendendo à dimensão dos restantes projetos que concorrem ao destacado prémio”.

Os dois projetos submetidos a concurso e agora listados como finalistas a este prémio pelo MCCB, “revestem-se de grande importância no domínio do serviço educativo e têm-se revelado como excelentes boas práticas na aproximação dos alunos e dos docentes ao contexto do Museu, das suas práticas de promoção do património e no fomento da memória coletiva em torno destes espaços”, adianta Paulo Batista Santos.


NESTA SECÇÃO

Três temas

Malala   Há prémios Nobel que foram dados com acerto, outros nem tanto, outro...

Batalha, Estaleiro da Arte

  Vocação   A Batalha foi terra de escultores (pois não é escultura o trabalho d...

Mosteiro digitaliza o seu ficheiro cronológico de fontes manuscritas

O Centro de Informação e Documentação do Mosteiro da Batalha teve a iniciativa de mandar dig...