Espaço do Museu

Museu da Comunidade Concelhia da Batalha Município da Batalha

Museu da Batalha celebra 10 anos

O MCCB – Museu da Comunidade Concelhia da Batalha, tutelado pelo Município da Batalha celebrou, a 2 de abril, 10 anos da sua inauguração.

Apesar das limitações a que a atual pandemia obriga, o Município da Batalha celebra a data de aniversário do MCCB, lançando a exposição “Desconfine o artista que há em si”, resultante do desafio lançado à comunidade e aos artistas para a criação de trabalhos inspirados no museu e no património concelhio.

A exposição oferece-se virtual e fisicamente, sendo lançada com a reabertura do museu, a 5 de abril, e ficando disponível para visita ao público. Refira-se que o município, no âmbito medidas excecionais e temporárias relativas à atual pandemia isentará, até ao final do mês de junho de 2021, o pagamento de bilhete de entrada no MCCB.

Localizado no centro da vila da Batalha, próximo ao mosteiro, este museu conta a história do seu território desde as suas origens até à atualidade, oferecendo-se a todos os públicos, incluindo aqueles com necessidades especiais. A sua preocupação em matéria de acessibilidade e o seu programa museológico valeram-lhe 13 distinções, entre prémios e menções honrosas, por parte de entidades como a Associação Portuguesa de Museologia, a Associação Acesso Cultura ou os internacionais Fórum Europeu dos Museus e Ibermuseus.

Esta instituição museológica, que recebeu mais de 55 mil visitantes desde 2011, levou ao público duas exposições de média duração, com uma participação ativa da comunidade na investigação e angariação de objetos. Foram elas: “O Ensino na Batalha” e “100 anos de carvão - Minas da Batalha: 1854-1954” (ainda patente).

O MCCB recebeu mais de 20 mil estudantes de todo o país, tendo, envolvidos, muitos deles no contexto de projetos de parceria como “visitas encenadas no Mosteiro” ou o programa “Era uma vez… monges, cavaleiros e reis – à descoberta do Património do Centro”. Estes programas contam com a parceria dos municípios de Alcobaça e Tomar, Mosteiros da Batalha e de Alcobaça, Convento de Cristo de Tomar e “O Nariz” - Teatro de grupo.

Neste Museu de Todos, sublinham-se as dinâmicas relacionadas com a sensibilização para deficiência, tais como as visitas de olhos vendados, guiadas por pessoas cegas ou a formação de Língua Gestual Portuguesa. Destaca-se, neste domínio, a criação de um roteiro turístico acessível, em parceria com o Mosteiro da Batalha, as Grutas da Moeda e o Centro de Interpretação da Batalha de Aljubarrota e ainda o novo circuito sensorial na vila da Batalha.

O museu está aberto de quarta-feira a sexta-feira, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, e ao fim-de-semana das 10h00 às 13h00. Mais informações poderão ser obtidas através do website www.museubatalha.com.

 


NESTA SECÇÃO

Verão, floresta e fogos florestais

Volto novamente a este tema, pela sua importância para o país em geral e para o concelho da ...

Autárquicas e movimentos independentes

Mais para o final deste ano iremos ter novamente eleições autárquicas. Todas as eleições são...

Portugal segundo os Heróis do Mar

  Os Heróis do Mar foram dos poucos, no seu tempo, a escreverem sobre o orgulho de ser po...