Município instala segundo centro de acolhimento

O Município da Batalha anunciou esta quarta-feira, dia 1, que “tem preparado um segundo espaço de acolhimento de emergência para apoiar as populações”, nas instalações da União Desportiva da Batalha.

“Este espaço pode acolher doentes em recuperação da Covid-19, pessoas com sintomas ligeiros, ou servir apenas para situações de quarentena”, explica o presidente da autarquia, Paulo Batista Santos.

O espaço dispõe de condições para refeições, balneários e consultório médico, e será colocado à disposição das entidades de saúde locais. O pavilhão gimnodesportivo alberga o outro centro de acolhimento.

Entretanto, a Câmara da Batalha procedeu à entrega de diverso material de proteção individual à GNR e ao lar do Reguengo do Fetal (150 viseiras, 10 mil luvas látex e 50 litros de gel desinfetante).

No refeitório do Agrupamento de Escolas da Batalha foram entregues materiais descartáveis para garantir a possibilidade de funcionar em regime de “take-away”.


NESTA SECÇÃO

Uma câmara mais perto das pessoas

  A governação de uma câmara municipal é uma função nobre, que deve ter as pessoas em pri...

Garantimos que a Batalha não se resumirá ao mosteiro

Apresento a minha candidatura pelos munícipes da Batalha. Estarei disponível para ouvir os p...

A fundamental questão: por que nos candidatamos à presidência da Câmara da Batalha?

  A primeira análise que se deve fazer a uma candidatura política é a motivação dessa can...