Município exige melhores meios para a conservatória

A Câmara da Batalha aprovou uma moção que “reclama um reforço do investimento por parte do Ministério da Justiça, com o objetivo de dotar de mais meios o serviço do IRN – Conservatória do Registo Civil, Predial e Comercial do concelho.

O reforço de meios pedido destaca “os recursos informáticos que permitam uma resposta mais célere aos pedidos dos cidadãos e empresas, contribuindo assim para a melhoria da eficácia dos serviços disponibilizados na Loja do Cidadão da Batalha”.

“O regular funcionamento da Loja do Cidadão não deixa de sentir alguns constrangimentos no seu funcionamento, nomeadamente pela incapacidade de resposta dos serviços do IRN, seja na emissão do Cartão do Cidadão ou do passaporte, seja na demora excessiva na prática de outros serviços, circunstâncias que geram fortes impactos negativos junto dos cidadãos e empresas”, refere o documento aprovado na reunião de 27 de junho.

O município “exige que seja assegurada uma melhoria e modernização dos equipamentos e dos meios disponíveis naquele serviço, que assegurem um serviço de qualidade compaginável com as necessidades da Loja do Cidadão”.

A Loja do Cidadão da Batalha abriu ao público em 2017 e em dois anos já atendeu o equivalente a mais de dez vezes a população do concelho, uma vez que já efetuou mais de 175 mil atendimentos.


NESTA SECÇÃO

Casos ativos descem após mês com aumento de vítimas mortais

O número de pessoas falecidas no concelho da Batalha com Covid-19 aumentou para 18 no último...

“Terra e Mar”

Começo por me apresentar. Chamo-me Ana Costa Caseiro, cozinheira no restaurante Muralhas, lo...

Poluição: autarca indignado com ministro do Ambiente

“A solução agora apresentada é uma não solução, agrava o problema e prolonga no tempo as gra...