Município entrega meio milhão de euros às juntas de freguesia

A câmara municipal aprovou no dia 2 de dezembro uma verba de 500 mil euros para realização de diversas obras na área das juntas de freguesia, no âmbito do novo “Regulamento Municipal para Apoio às Juntas de Freguesia”.

A iniciativa antecipa o modelo de transferências de competências para as juntas de freguesia, “com resultados positivos na melhoria dos serviços prestados à população, uma vez que a câmara transfere apoio financeiro para as autarquias locais, confiando-lhes a responsabilidade de executarem obras de asfaltamento, requalificação de passeios e de espaços públicos”, explica o presidente do município, Paulo Batista Santos.

O regulamento “visa apoiar as freguesias, sendo que algumas dispõem de meios bastantes escassos, que muito dificultam o desenvolvimento de atividades imprescindíveis, como é o caso específico da freguesia da Golpilheira”, refere o autarca.

A Junta de Freguesia da Golpilheira apresentou uma candidatura em julho de 2020, com o objetivo de financiar a execução de diversos investimentos de melhoramento de arruamentos e percursos pedonais, no montante global de 28.778 euros, que a câmara municipal decidiu agora, por unanimidade, financiar a 100%.

Para o presidente da câmara municipal, “o novo regulamento veio reforçar a capacidade de iniciativa das freguesias, concretizando mais recursos financeiros para os seus projetos, sendo que as verbas são atribuídas em função das prioridades identificadas pelos próprios executivos, sendo discutidas e articuladas entre todos os presidentes de junta e a câmara municipal”.

Os projetos até agora identificados pelas freguesias são: freguesia da Golpilheira – conservação de arruamentos nos lugares de Bico Sacho e execução de calçadas na Cividade e Golpilheira; freguesia do Reguengo do Fetal – a realização do projeto do “Jardim professora Benedita”, localizado na rua Joaquim Coelho Ribeiro, Reguengo do Fetal; freguesia de São Mamede – Requalificação e ampliação do Cemitério do Casal Vieira; freguesia da Batalha – Construção de armazém, valorização do centro cívico da Jardoeira e arruamentos em Alcanadas.

 


NESTA SECÇÃO

Garantimos que a Batalha não se resumirá ao mosteiro

Apresento a minha candidatura pelos munícipes da Batalha. Estarei disponível para ouvir os p...

Seis candidatos à conquista da câmara com PS ausente e dois novos partidos

Esta é a 13ª vez que os eleitores do Concelho da Batalha são chamados a escolher os autarcas...

Apoiar os mais carenciados, fidelizar os Jovens às suas raízes

  1) Desenvolver o concelho – atrair empresas, baixar a derrama, rever o IRS e criar empr...