Mosteiro recebeu 124 mil visitantes

O Mosteiro da Batalha é o monumento nacional situado fora de Lisboa, sob tutela da Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), que registou o maior número de visitantes, 124.032 durante o ano passado.

As estatísticas da DGPC, agora divulgadas, indicam que as visitas pagas ao Mosteiro de Santa Maria da representam um crescimento de 23,50% em relação a 2020; e uma perda de 70% em comparação com 2019.

O resultado é ultrapassado apenas pelo Mosteiro dos Jerónimos (271.612 mil de visitantes no ano passado)

Entre estes dois monumentos nacionais, o Mosteiro da Batalha é o que apresenta a melhor evolução percentual, já que o número de visitantes do Mosteiro dos Jerónimos cresceu apenas 16% em comparação com o ano passado e apresenta uma descida de 75% relativamente ao ano de pré pandemia.

Já o conjunto de 25 equipamentos tutelados pela DGPC recebeu um total de 1.346.250 visitantes em 2021, mais 50.722 entradas face aos 1.295.528 registados em 2020.

Os museus, monumentos e palácios nacionais registaram um aumento de 3,9% de visitantes em 2021, face a 2020, e o Museu Nacional de Arqueologia lidera, pela primeira vez, os museus mais visitados.

Nos palácios, o Palácio Nacional de Mafra apresenta número mais elevado de visitantes, com 105.980. Nos museus, o Museu Nacional de Arqueologia, em Lisboa, superou a habitual liderança do Museu Nacional dos Coches, com 91.437 entradas, em 2021.


NESTA SECÇÃO

Monumento no centro da vila homenageia Travaços Santos

A homenagem a José Travaços Santos, uma figura incontornável da região quando se fala de his...

"Um homem ao serviço da cultura” inaugura homenagem a Travaços Santos

A inauguração da exposição “Um homem ao serviço da cultura” é a primeira de um conjunto de i...

Museu lança livro multiformato no Dia da Pessoa com Deficiência

O Museu da Comunidade Concelhia da Batalha (MCCB) celebra o Dia da Pessoa com Deficiência co...