Mosteiro e outros monumentos repartem dois milhões de euros

Programa de promoção será desenvolvido ao longo de dois anos e incidirá em ações de envolvimento da comunidade.

O Mosteiro da Batalha é um dos quatro monumentos em que o Turismo Centro de Portugal (TCP) vai investir dois milhões de euros em promoção, um investimento que resulta da aprovação de uma candidatura a fundos comunitários para a promoção dos “Lugares Património Mundial do Centro”, no âmbito programa Centro 2020.

“Os quatro sítios reconhecidos pela UNESCO [Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura] irão repartir a verba, na realização e promoção de iniciativas que valorizem os monumentos e atraiam visitantes”, refere um comunicado do TPC divulgado a 9 deste mês.

O programa será desenvolvido ao longo de dois anos (2017 e 2018) e incidirá em ações de envolvimento da comunidade, de serviço educativo, de programação cultural em rede, de hospitalidade turística e de comunicação.

Em 2016, “criámos a Rede de Património Mundial do Centro de Portugal, que une Coimbra, Tomar, Alcobaça e Batalha, para potenciar o valor turístico dos quatro locais e estimular estratégias e intervenções comuns” e a candidatura a fundos europeus “surgiu na sequência desse passo decisivo”, explicou Pedro Machado, presidente do TPC. Em 2016, o Mosteiro da Batalha foi visitado por 396 mil pessoas, o Convento de Cristo por 295 mil turistas e o Mosteiro de Alcobaça por 227 mil. A Universidade de Coimbra – Alta e Sofia recebeu 450 mil visitantes.


NESTA SECÇÃO

“Era uma vez uma mochila cheia de insónias"

"Era uma vez uma mochila cheia de insónias" é o título do livro infantil que Sofia Alves Fer...

Capital da cultura recebe um euro por habitante

O conselho geral da candidatura de Leiria a Capital Europeia da Cultura aprovou no dia 12 de...

As petições do Povo da Batalha aos governantes no século XIX

Batalha   Cidade por mercê de el-Rei D. João que lavrou singularmente a...