Mosteiro e outros monumentos repartem dois milhões de euros

Programa de promoção será desenvolvido ao longo de dois anos e incidirá em ações de envolvimento da comunidade.

O Mosteiro da Batalha é um dos quatro monumentos em que o Turismo Centro de Portugal (TCP) vai investir dois milhões de euros em promoção, um investimento que resulta da aprovação de uma candidatura a fundos comunitários para a promoção dos “Lugares Património Mundial do Centro”, no âmbito programa Centro 2020.

“Os quatro sítios reconhecidos pela UNESCO [Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura] irão repartir a verba, na realização e promoção de iniciativas que valorizem os monumentos e atraiam visitantes”, refere um comunicado do TPC divulgado a 9 deste mês.

O programa será desenvolvido ao longo de dois anos (2017 e 2018) e incidirá em ações de envolvimento da comunidade, de serviço educativo, de programação cultural em rede, de hospitalidade turística e de comunicação.

Em 2016, “criámos a Rede de Património Mundial do Centro de Portugal, que une Coimbra, Tomar, Alcobaça e Batalha, para potenciar o valor turístico dos quatro locais e estimular estratégias e intervenções comuns” e a candidatura a fundos europeus “surgiu na sequência desse passo decisivo”, explicou Pedro Machado, presidente do TPC. Em 2016, o Mosteiro da Batalha foi visitado por 396 mil pessoas, o Convento de Cristo por 295 mil turistas e o Mosteiro de Alcobaça por 227 mil. A Universidade de Coimbra – Alta e Sofia recebeu 450 mil visitantes.


NESTA SECÇÃO

Destino de alguns valores do Mosteiro de Santa Maria da Vitória

Universalidade de Portugal Não sei se Portugal pode cumprir outra missão, servir ou...

Exposição liga Batalha aos principados romenos

Está patente no mosteiro uma exposição intitulada “Os principados romenos no tempo da constr...

Infante D. Henrique, Imperador de novos mares e de novos céus

Infante D. Henrique   “Talant de bien faire”   Tive a vocação do bem.   ...