Célia Ferreira

AMHO A Minha Horta

Minhocas a transformar os resíduos orgânicos

O mês de março é aquele em que apetece ir para a horta todos os dia. Tudo parece começar a desapontar nesta altura - é ele que nos traz a primavera e com ela as primeiras flores dos nossos quintais a desapontar. Este é o mês de sementeiras e plantações por excelência.

É o momento de terminar as podas de inverno, principalmente das árvores que tenham estado em dormência e que começam agora a abrolhar.

É o momento de melhorar a estrutura do solo, pode ser adicionado erva seca (palha) caso o solo seja muito compacto. E claro adicionar matéria orgânica, por cá tenho as minhocas a transformar os resíduos orgânicos da cozinha em composto.

Por cá vou catando os caracóis que se resguardam nas paredes e muros, para controlar a sua população e não abusarem no consumo das minhas plântulas, e os patos e as galinhas acham um excelente petisco.

Relembro a importância de ter o cuidado de juntar diferentes plantas nos canteiros, conforme tabela que já foi apresentada em outra edição do jornal. Porque algumas beneficiam de outras no seu crescimento e desenvolvimento

Hortícolas para semear e/ou plantar ao ar livre: abóboras, agrião, aipo, alfaces, alho francês, batatas, beldroegas, beringelas, beterrabas, broculos, calêndulas, cebolas, cebolinho, cenouras, coentros, couves-flôr, couves-repolho, espinafres, feijão, funcho, luzerna, malaguetas, melancias, melão, milho, nabiças, nabos, orégãos, pepinos, pimentos, salsa, tomates, rabanetes, rúcula.

Jardim, semear: amores perfeitos (só os de flor pequena é que são os naturais e pode comer as suas flores), cravos, crisântemos, dálias, bocas de lobo, capuchinhas (estas são excelentes para circundar a nossa horta), agrião de jardim. Arbustos e árvores de fruto para plantar: Amoreiras, arandos, framboesas, groselheiras, mirtilos, morangueiros, videiras.

Na horta cultivamos alimentos e sentimentos!

Boas colheitas.


NESTA SECÇÃO

Iniciativa Liberal: uma esperança para a Batalha

Preso entre séculos de uma “monarquia republicana” e o Estado Novo, Portugal conta atualment...

Museu da Batalha celebra 10 anos

O MCCB – Museu da Comunidade Concelhia da Batalha, tutelado pelo Município da Batalha celebr...

A bazuca: o rato que pariu a montanha

A bazuca anda na boca do povo: trata-se dos dinheiros da União Europeia que vêm para suporta...