Célia Ferreira

AMHO A Minha Horta

Menos tempo mais pousio

Nesta altura, os dias têm menos horas de sol e parecem mais curtos, implicando menos tempo para cuidar da horta. Mas como a natureza é sábia, esta também é uma época para deixar a terra em pousio - adicionamos apenas os restos das colheitas de verão a apodrecerem sobre o terreno, porque na natureza nada se perde tudo se transforma.

Costumo apenas queimar os restos de plantas que ganharam doenças, mas atenção que as queimadas este ano precisam de ser comunicadas previamente ao município, para prevenção de incêndios. Cabe-nos também ter o cuidado de não as realizar em momentos de vento e minimizar o seu impacto, com uma faixa em volta da fogueira sem ervas secas - basta passar com um ancinho para “arar” a terra -, manter por perto água, caso a fogueira tome proporções demasiadas.

Incorporar o máximo de matéria orgânica no solo, é um excelente procedimento. Há até novas técnicas de cultivo que implicam que se cave o solo apenas uma vez, e uma das práticas é enterrar troncos de diversos tamanhos, para que se decomponham lentamente e possam assim manter arejada a terra de cultivo e devolvam os nutrientes à horta.

Como diz o ditado popular: se queres pasmar teu vizinho, lavra, sacha e esterca pelo São Martinho.

Os espargos não gostam de serem cavados: coloco-os na terra num camalhão e todos os anos deito por cima a erva seca de outras culturas e eles gostam, dado que me têm presenteado com excelentes brotos.

Uma solução para controlar as lesmas e caracóis tão frequentes nesta época, é colocar um saco de sarapilheira humedecido no terreno onde eles atacam mais, e de manhã ver como está o saco por baixo-os de cá ficam cheios de lesmas e caracóis que usaram o saco para se abrigar do dia. Pego no saco e sacudo para as galinhas e elas adoram o petisco.

Hortícolas para semear e/ou plantar ao ar livre: acelgas, alfaces, alho francês, brócolos, cebolas, cenouras, coentros, Couves várias, couve-rábano, espinafres, espargos, favas, mostardas, nabiças, nabos, rabanetes, rúcula, salsa.

Jardim, semear e/ou plantar: amores-perfeitos, margaridas, açucenas, cíclames, narcisos, crisântemos, jacintos e tulipas.

Se é das pessoas que no inverno não tem tempo para cuidar da horta, pode deixar terreno em pousio, semear plantas que fazem adubação verde, como tremocilha, alfafa ou luzerna, entre outras. Estas plantas ajudam a fixar os nutrientes ao solo, ao serem trituradas e envolvidas na terra quando estiverem maiores e for a época das sementeiras da primavera.

Na horta posso cultivar bons alimentos e bons sentimentos!

Boas colheitas.

 


NESTA SECÇÃO

Duarte Costa, um mestre da guitarra quase esquecido

Acontece que no domínio das artes, seja na literatura, na pintura, na escultura ou na música...

Fumeiro e legumes cozidos qual é o resultado?

Com este tempo de chuva e cinzento só apetece comida quente de tacho como o cozido à portugu...

“A Quaresma do deserto não é negação da autoestima”

(…) A nossa Quaresma recorda, não apenas a história de Israel, mas também a história pessoal...