Menina de 13 anos violada em casa de banho na vila

O Tribunal de Leiria condenou a 16 de outubro um homem a seis anos de prisão efetiva pela prática de um crime de abuso sexual de crianças, na casa de banho do Parque dos Infantes, na vila da Batalha.

O homem de 28 anos, residente no concelho da Batalha, que não esteve presente na audiência em que foi lido o acórdão e está desaparecido às autoridades, foi condenado "pela prática, em autoria material, de um crime de abuso sexual de crianças, na pena de seis anos de prisão efetiva".

O tribunal deu como provado que “no dia 7 de fevereiro deste ano, pelas 17h20, no interior de uma casa de banho pública existente no Parque dos Infantes, na Batalha, o arguido, após ter despido as calças e as cuecas da menor e ter baixado as suas calças e cuecas, manteve relações sexuais de cópula completa com aquela, nascida no ano de 2003 [13 anos] e do sexo feminino, com quem momentos antes tinha iniciado uma conversa e dado beijos na boca e na cara”.

Segundo o acórdão, ficou provado que o arguido “agiu com intenção de satisfazer os seus instintos sexuais, não obstante estar ciente da idade da jovem”, que abordou depois dela ter terminado as aulas, numa escola pública da Batalha.

O caso foi descoberto uns dias depois, quando a menina contou o que tinha acontecido a um grupo de amigos, que alertaram as autoridades. A menina, residente no concelho da Batalha, ficou traumatizada e teve de receber apoio psicológico.

Na altura, o alegado pedófilo ficou em prisão preventiva, mas viria a ser libertado e agora está desaparecido, não tendo acompanhado o julgamento. Já tem antecedentes criminais, por furtos e violência contra os pais.

A investigação do crime foi realizada pela Polícia Judiciária de Leiria.


NESTA SECÇÃO

Reguengo do Fetal: a palmeira que morreu de pé

Histórica. Iconográfica. Árvore de “antes quebrar do que torcer”. A palmeira derrubada pela ...

Faleceu o acordeonista Vergílio Pereira

O acordeonista Vergílio Pereira, considerado um dos melhores executantes nacionais, que cola...

Reguengo: tempestade Ana destrói palmeira histórica

A tempestade Ana destruiu na madrugada desta segunda-feira, 11, a palmeira situada no centro...