Município da Batalha MCCB (Museu da Comunidade Concelhia da Batalha)

Espaço do Museu

MCCB recebe mais um prémio

O MCCB recebeu, em dezembro de 2020, uma Menção Especial da APOM – Associação Portuguesa de Museologia, no âmbito da 25ª edição da atribuição dos prémios desta associação que já conta com 55 anos de atividade.

A cerimónia decorreu online, atendendo à atual pandemia, tendo contado com as intervenções iniciais da Senhora Ministra da Cultura, Graça Fonseca, e de João Neto e Pedro Inácio, respetivamente Presidente e Vice-Presidente da direção da APOM.

A distinção atribuída ao MCCB, destaca o percurso deste museu na área da Inclusão, designadamente nos recursos que disponibiliza a todos os públicos, bem como na sua programação integradora, que conta com iniciativas que visam a sensibilização e a educação para a área da acessibilidade.

A distinção em torno da Inclusão agraciou também outras instituições e museus, como a Associação Acesso Cultura, a ACAPO (Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal), entre outras.

O MCCB, recorde-se, já havia sido galardoado pela APOM, com o prémio de Melhor Museu Português, em 2012 (um ano após a sua inauguração), e com uma Menção Honrosa, em 2018, reconhecendo a investigação que convergiu na exposição “100 Anos de Carvão – Minas da Batalha: 1854-1954”.

Aos prémios da APOM, candidataram-se em 2020, 208 instituições entre Portugal Continental e Regiões Autónomas de Açores e Madeira, destacando-se 86 nomeados em 31 categorias, das quais se assinalam, a título de exemplo, as de: Melhor Museu do Ano, Informação Turística, Projeto Internacional, Incorporação, Inovação e Criatividade, Catálogo, Serviço de Educação e Mediação Cultural, Coleção Visitável e Exposição Temporária.

O Prémio de Melhor Museu do Ano foi, nesta edição, atribuído ao Museu de Fotografia da Madeira – Atelier Vicente’s.

Refira-se que a APOM, fundada em 1965, é a primeira organização profissional ligada aos Museus criada em Portugal, com o objetivo de servir a museologia e a comunidade de profissionais de museus portugueses, de acordo com os critérios estabelecidos pelo ICOM (Conselho Internacional dos Museus).

Para o Município da Batalha, esta distinção vem reforçar o empenho do seu Museu na comunidade que representa, cumprindo a missão da valorização e promoção do território e de envolvimento e integração dos seus públicos.

Recordamos que o MCCB abre de quarta-feira a domingo, das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00. Nos primeiros domingos do mês, a entrada é gratuita para munícipes e residentes no concelho da Batalha.

Contamos com a vossa prezada visita neste novo ano.

 


NESTA SECÇÃO

“A Quaresma do deserto não é negação da autoestima”

(…) A nossa Quaresma recorda, não apenas a história de Israel, mas também a história pessoal...

Nª Srª das Candeias e a tradição dos fritos na Freguesia de São Mamede

Diz a tradição popular portuguesa que a 2 de fevereiro, dia de Nossa Senhora das Candeias, s...

Duarte Costa, um mestre da guitarra quase esquecido

Acontece que no domínio das artes, seja na literatura, na pintura, na escultura ou na música...