A Opinião de André Loureiro

Presidente do PSD da Batalha

Mais desporto, melhor qualidade de vida

É hoje consensual que a prática de exercício e a saúde estão diretamente relacionadas com a nossa qualidade de vida. A confirmar isso mesmo, as investigações científicas têm demonstrado, por várias vezes, que a prática de exercício regular e de forma organizada estimula a saúde, proporcionando benefícios na qualidade de vida.

Por essa razão, considero estratégicos os investimentos significativos que o Município da Batalha decidiu avançar em 2020 na componente desportiva e ao nível da designada mobilidade suave, ou seja, a opção de construir novos espaços acessíveis e que fomentam o uso da bicicleta como meio de transporte. É seguramente uma aposta de futuro, no interesse da qualidade da saúde dos cidadãos e constitui um forte estímulo à prática desportiva para os mais novos.

“Batalha Saudável” além de significar um excelente programa municipal dirigido à melhoria dos hábitos alimentares das crianças, tem de ser um lema para todas as gerações na visão de um moderno, onde um conjunto de valores associados à melhoria da condição de vida das pessoas que o município decidiu reforçar meios e desenvolver novos projetos.

Nesta linha, surgem os projetos dos novos equipamentos desportivos em São Mamede e na Batalha, bem assim as candidaturas a fundos europeus já aprovadas para a construção da ecovia do Vale do Lena que ligará a Batalha ao limite do concelho na freguesia da Golpilheira. Também o desenvolvimento de caminhos pedestres na freguesia do Reguengo do Fetal, numa opção da valorizar os desportos da natureza, são um importante contributo para esta estratégia de valorização da atividade física e que representa um investimento superior a 4 milhões de euros, a realizar nos próximos dois anos.

Reconhecemos, assim, que a educação física, a atividade física, o exercício e o desporto são aspetos fundamentais para a formação e qualidade de vida dos cidadãos e das próprias sociedades. É certo que a educação física, apesar de fazer parte dos currículos escolares, é vista no contexto escolar como algo secundário às outras disciplinas do plano de estudos escolares.

Logo, a ação municipal e da sociedade em geral torna-se mais relevante na dinamização de hábitos de vida saudáveis e na promoção da atividade física e o do exercício, que há muito foram identificados como elementos centrais para a promoção e manutenção da saúde e já existe evidência científica que demonstra que esta desempenha um papel ativo nos processos de restituição da saúde.

A importância atribuída às atividades desportivas e até mesmo à saúde, também tende a estar associada aos setores geradores de mais-valias, sejam esses ao nível da melhoria da produtividade profissional associada ao exercício físico e até aos novos negócios de serviços prestados em sofisticados SPAS e ginásios. Tudo isto hoje pode ser tido como relevante para a felicidade dos cidadãos e, por conseguinte, deve ser um objetivo central das políticas públicas.

Em suma, o desporto e a qualidade vida representam hoje um alicerce fundamental das sociedades modernas, uma exigência dos cidadãos e uma prioridade municipal. Apenas em falta, por vezes, a vontade interior de cada um de nós de fazer mais exercício físico e optar por um estilo de vida mais saudável. Fica o desafio para mim e para os leitores.


NESTA SECÇÃO

De novo o Padre António Vieira

A ignomínia do acto que vandalizou a estátua do Padre António Vieira, a maior figura do Port...

Quem vier cá a casa leva sempre algo no regaço

O mês de agosto é para os hortelãos o mês da abundância, é época em que quem vier cá a casa ...

14 de Agosto – o dia da Batalha de Aljubarrota e da morte do rei que a comandou

No mês em que se celebra a Batalha de Aljubarrota, recordamos o rei que a comandou, no dia 1...