Mais de 205 mil pessoas já visitaram o mosteiro

As visitas pagas aos monumentos, museus e palácios afetos à Direção Geral do Património Cultural (DGPC) registaram um aumento de 10 por cento, para 2.428.650 visitantes, no 1º semestre deste ano. O mosteiro da Batalha é o terceiro que mais turistas atrai.

O número de visitantes aumentou 12,3 por cento nos monumentos, 6,8 por cento nos museus e 5,8 por cento nos palácios, adianta a DGPC num comunicado divulgado a 31 de julho.

O número de visitas abrange tanto os cidadãos nacionais (12,3 por cento), como os cidadãos estrangeiros (8,6 por cento). A maior afluência do público relaciona-se com a dinamização cultural assegurada pelos diferentes espaços exposições temporárias, concertos, visitas guiadas.

De um total de 23 equipamentos culturais, os 10 mais visitados são: Mosteiro dos Jerónimos – 570.889; Torre de Belém – 324.572; Mosteiro da Batalha – 205.300; Palácio Nacional de Mafra – 178.189; Museu Nacional dos Coches – 168.905; Convento de Cristo – 150.091; Museu Nacional de Arte Antiga – 106.911; Mosteiro de Alcobaça – 104.902; Museu Nacional do Azulejo – 89.840 e o Museu Nacional de Arqueologia – 80.449 visitantes.

(FOTO: RUI GOUVEIA)


NESTA SECÇÃO

Museu da Batalha recebe menções honrosas no Brasil

O júri da oitava edição do Prémio Ibero-Americano de Educação e Museus 2017 anunciou na quin...

Nova legislação "salvaguarda" eventos no mosteiro

O presidente da câmara municipal revelou esta sexta-feira, 8, que a nova legislação sobre o ...

Batalhense Irene Gomes expõe no Moinho do Papel

A pintora batalhense Irene Gomes tem patente no Moinho do Papel, em Leiria, uma exposição ev...