Ana Campos Portela

USF Condestável, Batalha

Luta contra o cancro

O Dia Mundial de Luta Contra o Cancro celebra-se anualmente no dia 4 de fevereiro. O objetivo é desmistificar algumas das ideias pré-concebidas sobre o cancro e informar sobre os factos reais da doença.

Em Portugal morrem 70 pessoas por dia com cancro, o que significa que, a cada hora que passa, três pessoas morrem vítimas da doença. No total, por ano são registados 25 mil óbitos.

Os cancros que mais matam são os do cólon, reto e ânus, assim como os cancros da laringe, brônquios, pulmão e estômago.

O cancro é também uma das principais causas de morte no mundo. Todos os anos, cerca de oito milhões de pessoas morrem vítimas de cancro.

O cancro contabiliza mundialmente mais mortes que VIH/SIDA, tuberculose e malária juntos. Em 2030, estima-se que de 60 a 70% dos 21,4 milhões de novos casos de cancro ocorrerão nos países em desenvolvimento.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde, cerca de 40% de todos os cancros podem ser prevenidos e outros podem ser detetados numa fase precoce do seu desenvolvimento, tratados e curados.

Estima-se que o número de casos de cancro e mortes relacionadas a nível mundial venha a duplicar nos próximos 20 a 40 anos, especialmente nos países em desenvolvimento.

Neste sentido, salienta-se a importância da prevenção mediante a realização de rastreios oncológicos. Estes são realizados ao nível dos cuidados de saúde primários e todos os utentes devem cumprir, frequentando as consultas da USF Condestável. Atualmente estão preconizados três rastreios para a população em geral: rastreio do cancro do colo útero: citologia cervical nas mulheres com idade entre os 25 e 64 anos, ou com menos de 25 anos mas com vida sexual ativa há três anos; rastreio do cancro da mama: mamografia a cada dois anos nas mulheres dos 45 aos 69 anos; rastreio do cancro colo-retal: pesquisa de sangue oculto nas fezes ou realização de colonoscopia, se indicada, em homens e mulheres dos 50 aos 74 anos. 

Se ainda não fez os rastreios que estão preconizados para si, ou se não tem a certeza se tem os seus rastreios em dia, não hesite em questionar o seu médico de família na sua próxima consulta. A prevenção está ao alcance de todos!


NESTA SECÇÃO

Varizes: um problema comum

As veias são os vasos sanguíneos responsáveis por conduzir o sangue dos diferentes órgãos pa...

Conselhos para prevenir lesões na coluna em mergulhos

Os acidentes de mergulho são uma das principais causas de lesão na coluna vertebral, provoca...

Toca a mexer

A atividade física e o exercício podem ajudá-lo a permanecer saudável, enérgico e independen...