Célia Ferreira

A.M.HO. A.Minha.Horta

A lua que puxa pelas plantas

 “Em Janeiro, sobe ao outeiro, se vires verdejar põe-te a chora, se vires nevar, põe-te a cantar.

Janeiro molhado, se não cria o pão, cria o gado.”

O mês de janeiro é um ótimo momento para planear as plantações do ano inteiro, é o momento em que procuro as sementes biológicas que não consegui guardar. Procuro sementes biológicas e/ou antigas, pois são as que me garantem plantas mais rústicas, capazes de viverem mais e melhor sem maleitas.

Hoje em dia, já existem diversos locais onde se podem adquirir, mas onde encontro mais variedades é na Internet. Já existem também alguns viveiros que fornecem pés de plantas biológicas. Por vezes pago mais na aquisição destas variedades em relação às restantes, mas se pensar que evito custos de “manutenção” e corro menos riscos, no final a produção fica-me mais barata.

Caso tenha uma estufa, ou uma varanda abrigada, pode começar a colocar em pequenos vasos ou alvéolos (os copos de iogurtes, os rolos do papel higiénico, são bons para esse efeito) as sementeiras para a primavera.

A minha mãe ensina-me que os alhos devem ser plantados no crescente deste mês. Tenho ouvido outras teorias, pois também conheço muitas pessoas que os plantam em novembro, e acredito que as geadas terão a sua influência em preferir um momento ou outro.

O ideal é lançar à terra em diferentes momentos e tirar as próprias ilações. No meu quintal a geada é muito forte, pelo que tenho tido mais sucesso em atrasar a sua sementeira.

Costumo orientar as sementeiras pelo ciclo da lua. Quanto está a crescer também se está a afastar da terra, por isso puxa pelas plantas para crescerem (propicio para a sementeira dos legumes que crescem para cima), quando está em fase minguante puxa pelas plantas para o interior da terra (propicio às sementeiras dos legumes de raiz).

Mas isto só funciona melhor com a sementeira, com o plantio ou transplante o que se pretende é que os pés das plantas se infiltrem na terra, pelo que a época da lua a aproveitar será a do minguante.

Hortícolas para semear em local coberto: alfaces de inverno, alho francês, alhos, agriões, brócolos, cenouras, cebolas, coentros, couves, ervilhas, espinafres, favas, nabos, nabiças, rabanetes e salsa

Hortícolas para Semear ao ar livre em zonas menos propensas a geadas: alho francês, beterrabas, cebolas, cenouras, coentros, couve-flor, couves- repolho, espargos, espinafres, ervilhas, nabiças, nabos, rabanetes, rúcula, coentros e calêndulas.

Jardim, Semear: begónias, gipsófilas, goivos, lírios, miosótis, flor de lis, sécias, petúnias, roseiras, zinias e bolbos em geral.

É também uma excelente altura para plantar arbustos e árvores de fruto. O meu jardim já está a ficar ladeado de arbustos que dão fruto, por cá privilegia-se que tudo para além de decorativo também seja produtivo.

Na horta cultivamos alimentos e sentimentos!

Boas Colheitas.


NESTA SECÇÃO

Música fácil, mas só na aparência

Muito em voga nas décadas de cinquenta e sessenta do século XX, o Easy listening, também con...

Gestão pública e orçamentos

Estamos em época de aprovação de orçamentos, quer do Estado, quer das autarquias. Como já...

Uma horta biológica também precisa de ser “alimentada”

O outono e, para mim, como se nos convidasse ao recolhimento e este ano até é “obrigatório” ...