Investigador batalhense afirma que a Covid-19 “veio para ficar”

O oncologista e investigador Carlos Caldas, que viveu e mantém ligações ao Concelho da Batalha, considera em entrevista ao jornal Expresso [https://bit.ly/2W99duo] que a doença Covid-19 “veio para ficar e as mudanças nas práticas clínicas são inevitáveis”.

O investigador, filho do antigo juiz conselheiro do Supremo Tribunal de Justiça, Carlos da Silva Caldas, natural da Batalha, foi coautor de um estudo sobre como os centros europeus de tratamento do cancro devem reorganizar-se em tempo de pandemia, e considera que “repensar os sistemas de saúde, a fim de os preparar para as pandemias, é o desafio imediato”.

“Com a pandemia, os oncologistas tiveram de adaptar-se. E à cabeça dessa adaptação está um estudo coliderado pelo investigador Carlos Caldas, publicado na Nature Medicine, que reorganiza a forma como os centros de tratamento do cancro devem abordar, nesta fase, a doença e os doentes”, descreve o jornal.

Para Carlos Caldas, investigador e oncologista (especializado em cancro da mama) do Cancer Research UK Cambridge Institute, da Universidade de Cambridge, “nunca os sistemas públicos de saúde tinham sido postos à prova como hoje e não teriam conseguido dar resposta se não tivessem estabelecido prioridades”.

Na entrevista ao Expresso, Carlos Caldas, afilhado de batismo do historiador batalhense José Travaços Santos, afirma que “a pandemia representa um desafio para toda a medicina convencional. Não há país nenhum, à exceção da Alemanha, que não tenha sentido o seu sistema de saúde a ser empurrado até aos limites. A luta foi tentar que o sistema não ficasse totalmente colapsado, como se viu no norte da Itália”.

Carlos Caldas, de 59 anos, nasceu em Oliveira de Frades, mas passou a infância e juventude no Concelho da Batalha. A Universidade do Porto atribuiu-lhe em 2014 o grau de Doutor Honoris Causa.

 

Foto: https://ukibcs.org/speaker/carlos-caldas/

 


NESTA SECÇÃO

Protestos contra o fecho da extensão de saúde do Reguengo

Há seis extensões de saúde encerradas na região, incluindo a do Reguengo do Fetal, no âmbito...

Municípios contra aumento da taxa de resíduos para o dobro

Os municípios portugueses dizem-se surpreendidos com "aumento brusco e excessivo" da Taxa de...

Município recorre a tribunal para reverter aprovação de pedreiras

A Assembleia Municipal da Batalha aprovou uma moção de protesto contra o “total desalinhamen...