Investigação revela cores da Capela do Fundador

Um projeto científico inovador, intitulado Policromia Monumental, procura descobrir as cores e texturas do túmulo de Dom João I e Dona Filipa de Lencastre, na Capela do Fundador, no Mosteiro da Batalha.

A investigação, revelada na última edição da revista do National Geographic (Portugal, 28 de fevereiro) pretende “compreender melhor a extensão, significado simbólico e material da cor no plano religioso, familiar e político” no monumento.

Joana Ramôa, investigadora do Instituto de História de Arte da Universidade Nova de Lisboa e responsável científica do projeto, explica à revista que “a análise da policromia abre um novo campo de estudo – é um 'tubo de ensaio patrimonial'!

É a primeira vez que é conduzida em Portugal em arquitetura e escultura medieval, com o ensaio de novas técnicas e metodologias de trabalho. A história também se materializa nas estruturas, na sua cor, nos pigmentos utilizados!”

“Apesar de aparentemente desprovida de cor, a pedra natural na Capela do Fundador encerra vestígios de policromia que só um olhar atento deteta, especialmente em pequenos interstícios da pedra, onde o acesso é difícil”, adianta Joana Ramôa.

“Através da tecnologia de laser scan e fotogrametria, que cria nuvens de pontos, o primeiro resultado visível é o modelo 3D de toda a capela. Na realidade, é uma técnica fotográfica avançada que permite analisar o espaço tridimensionalmente, em diferentes perspetivas. E já tem uma aplicação prática: será instalado ali um ecrã interativo de grandes dimensões, com a imagem em 3D da sala colorida virtualmente, tal como ela terá sido construída originalmente”, conta a revista.

No projeto estão envolvidos o Laboratório Hércules, Instituto Português de Heráldica, o Instituto Politécnico de Leiria e a Universidade Nova de Lisboa.

A equipa é composta por arqueólogos, historiadores de arte, especialistas em heráldica, químicos e designers. Foto: National Geographic


NESTA SECÇÃO

Banda com raízes no concelho vence concurso internacional

A banda canadiana Social Hysteria, dos irmãos George e Alexandre Lopes, que têm ligações ao ...

Travaços Santos é sócio da Sociedade de Geografia

O investigador batalhense José Travaços Santos recebeu o Diploma de Sócio Correspondente da ...

"Tenor do Povo" dá concerto grátis na Batalha (c/vídeo)

A zona frontal do Mosteiro da Batalha é o cenário para um concerto único do conceituado arti...