Investidos 150 mil euros em casa para estudantes

A câmara municipal anunciou no dia 9 deste mês a aquisição do imóvel conhecido por “Casa da Obra”, localizado na rotunda das Brancas, na Batalha, para a instalação de uma residência para estudantes.

A decisão resulta de uma parceria com o Instituto Politécnico de Leiria, que visa a concretização de um projeto de residências de estudantes.

Os últimos dados publicados apontam para rácio de cobertura dos alunos deslocados face às camas disponíveis de 14%.

O imóvel acolheu, no período do pós 25 de abril, famílias regressadas das ex-colónias ultramarinas e foi, muito antes, utilizado aquando da origem da Empresa Mineira do Lena, que geriu Couto Mineiro do Lena, tendo servido de residência aos encarregados das Minas das Barrojeiras.

A aquisição do imóvel e da área circundante representa um investimento do município de 150 mil euros, destacando-se as a proximidade às principais vias rodoviárias que ligam a Batalha a Fátima e a Porto de Mós.

No que concerne à construção da residência para estudantes, a autarquia pondera financiar este projeto através do recurso ao programa IFRRU 2020.

Para o presidente da câmara, “a aquisição deste imóvel representa para a autarquia a preservação de um legado de memória que é bastante representativo para os Batalhenses”.

Por outro lado, Paulo Paulo Batista Santos defende que a instalação de uma residência para estudantes “constitui mais um projeto de grande interesse para a Batalha e para a região”.

Este projeto, em conjunto com o alojamento criado no edifício municipal Dr. Gens, já em fase de execução, vai permitir a oferta de "cerca de 60 alojamentos" para estudantes do Politécnico de Leiria.


NESTA SECÇÃO

Festas da Batalha atraíram 60 mil pessoas

As Festas da Batalha, que terminaram este domingo, 18, “terão atraído à vila mais de 60 mil ...

28º Jantar da diáspora batalhense marcado para 16 de novembro

No 28º Jantar Anual de Confraternização da Diáspora Batalhense está marcado para o dia 16 de...

“O voluntariado não é receita para uma depressão”

“O voluntariado não é receita para uma depressão ou para ocupar os tempos livres, é um exerc...