Habitação mais cara 4,43% na Batalha

O concelho da Batalha está na sétima posição entre os concelhos do distrito com a habitação mais cara, que em junho custava 637 euros/m2, um crescimento de 4,43% em relação há um ano (610 euros/m2), segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), que agora disponibilizou, pela primeira vez, os preços de venda das habitações transacionadas em todos os concelhos do país.

O concelho está na 101ª posição entre os 308 municípios do país e regista ainda a sétima maior subida entre os 16 concelhos do distrito de Leiria.

Para o presidente da câmara da Batalha, estes valores traduzem “uma crescente procura de habitação, todavia a preços mais favoráveis do que alguns dos concelhos vizinhos”. “São boas indicações para quem quiser investir no sector imobiliário na Batalha, mas também um excelente sinal para as famílias que optarem por fixar residência no concelho”, adianta o autarca.

As “Estatísticas de Preços da Habitação”, que resultam da análise de fontes administrativas, nomeadamente dos dados fiscais obtidos junto da Autoridade Tributária e Aduaneira, permitem concluir que apenas um dos 16 concelhos do distrito se encontra entre os 20 mais caros do país – trata-se da Nazaré, que ocupa a 19ª posição. Já os do nordeste, como Pedrógão Grande e Castanheira de Pera, estão entre os mais baratos, acima do 200º lugar.

O concelho da Nazaré é aquele em que se regista o maior aumento do preço da habitação no último ano (11,61%) no distrito de Leiria, seguido de Pombal (10,29%) e Alcobaça (8,70%). No período anual compreendido entre o terceiro trimestre de 2016 e o segundo trimestre de 2017, o valor mediano (e não a média, para evitar que seja influenciado por casos inéditos) dos preços dos alojamentos familiares vendidos no Pedrógão Grande desceu 29,87%, em Castanheira de Pera 26,79% e em Óbidos 21,82%; sendo estes os três concelhos do distrito que registam as maiores diminuições.

Em termos absolutos, em junho último, o metro quadrado de habitação mais caro verificava-se na Nazaré (1.125 euros), à frente de Óbidos e Peniche (ambos com 874 euros). No concelho de Leiria, o valor era de 739 euros/m2; mais 4,23% do que há um ano.

O valor mediano no país fixou-se em 896 euros/m2 e os 41 municípios que superaram aquele valor localizam-se maioritariamente no Algarve e na Área Metropolitana de Lisboa. Na nossa região, apenas o concelho da Nazaré surge acima do resultado nacional.


NESTA SECÇÃO

Batalhenses podem votar projeto até 30 mil euros

Os batalhenses que pretendam participar no Orçamento Participativo têm até dia 11 de feverei...

Real Batalha Baga & Syrah ganha medalha de prata

O vinho Real Batalha Baga & Syrah, da Adega Cooperativa da Batalha, ganhou uma medalha de pr...

Casa do Outeiro é o melhor hotel pelo 2º ano consecutivo

O Casa do Outeiro ganhou pelo segundo ano consecutivo o título do “Melhor hotel de três estr...