GNR encerra salão de cabeleireiro

Um salão de cabeleireiro que se encontrava em funcionamento na Batalha foi encerrado pela GNR, no dia seis de fevereiropor estar a “violar as normas para a contenção da epidemia e redução do risco de contágio da doença Covid-19”.

“Na sequência de uma denúncia”, os militares do posto da GNR da Batalha constataram que “no interior do estabelecimento se encontravam duas pessoas, o proprietário e um cliente”, conta um comunicado divulgado pelo Comando Territorial de Leiria da GNR.

“O estabelecimento foi encerrado e foram elaborados dois autos de contraordenação: um ao cliente, por incumprimento do dever geral de recolhimento domiciliário e o outro ao proprietário, por violação da suspensão de atividade prestação de serviços em estabelecimento aberto ao público”, explica o comunicado.

Em resultado das medidas impostas pelo estado de emergência, face à evolução da situação epidemiológica do país, encontram-se suspensas as atividades de comércio a retalho e de prestação de serviços em estabelecimentos abertos ao público, ou de modo itinerante, com exceção das que disponibilizem bens de primeira necessidade ou outros bens considerados essenciais.

 


NESTA SECÇÃO

Uma câmara mais perto das pessoas

  A governação de uma câmara municipal é uma função nobre, que deve ter as pessoas em pri...

Alternativa ao marasmo político e económico do concelho

Cansados das promessas dos partidos tradicionais e de figuras eternizadas como deuses, a Ini...

A fundamental questão: por que nos candidatamos à presidência da Câmara da Batalha?

  A primeira análise que se deve fazer a uma candidatura política é a motivação dessa can...