José Travaços Santos

Baú da Memória

Fotografia da Batalha nos princípios do Século XX

A fotografia, talvez de origem inglesa, foi-me amavelmente cedida pelo conterrâneo e bom amigo Alfredo José Saldanha Barros, que creio ser o maior coleccionador batalhense de tudo o que diz respeito à nossa Vila e ao Mosteiro de Santa Maria da Vitória, desde fotografias, tiradas por nacionais e estrangeiros, às louças com estampas do Mosteiro, até aos livros e a outros documentos sobre aqueles temas.

Situo a imagem nos princípios do século XX, conforme no-lo indica a forma do chafariz que com ela foi construído nos finais do século XIX, vindo a ser modificada pelos anos 30/40. As casas fotografadas estão na zona onde se situaram propriedades da inesquecível professora D. Joana Caldas de Azevedo e de Francisco Caldas. À frente delas houve uma casa de pasto afamada, a da Clotilde. Numa das casas observa-se uma chaminé redonda com semelhanças com as de São Mamede. Parece-me contudo que foi o único exemplar existente na vila.

Há duas mulheres sentadas num banco de calcário, material utilizado no artístico chafariz, excelente obra dos nossos artistas-canteiros, e em frente passa um carro de bois transportando o que me parece ser uma dorna de formato redondo e não uma tina, possivelmente transportando uvas. Seria altura das vindimas. Há mais três figuras humanas: o boieiro, uma mulher com um cântaro deitado que indica ainda estar para ir à bica e uma outra de que só se vê a cabeça.


NESTA SECÇÃO

Programa fiscal do novo Governo

O novo Governo tomou posse, e apresentou o seu programa, o qual foi analisado e discutido na...

Mercado na Praça de Mouzinho de Albuquerque

É uma belíssima fotografia, com uma luminosidade espectacular e com indiscutível interesse h...

Menos tempo mais pousio

Nesta altura, os dias têm menos horas de sol e parecem mais curtos, implicando menos tempo p...